CARNAVAL 2017

Lenine e Virgínia Rodrigues ensaiam nesta 3ª feira abertura do Carnaval de Recife

Os cantores estarão no Marco Zero, à noite. Na Praça do Arsenal tem urso e boi. Maracatus e afoxés vão se apresentar no Pátio de São Pedro

JC Online
JC Online
Publicado em 21/02/2017 às 7:42
Foto: Diego Nigro /  JC Imagem
Os cantores estarão no Marco Zero, à noite. Na Praça do Arsenal tem urso e boi. Maracatus e afoxés vão se apresentar no Pátio de São Pedro - FOTO: Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Leitura:

Enquanto sexta-feira não chega dá para curtir, antecipadamente, como será a abertura oficial do Carnaval do Recife. Os cantores Lenine e Virgínia Rodrigues, duas das atrações que estarão no palco do Marco Zero, daqui a três dias, vão hoje fazer um ensaio geral. Marrom Brasileiro, Nonô Germano e Orquestra Contemporânea de Olinda também estarão lá. Pertinho dali, na Praça do Arsenal, haverá apresentações de urso, boi e troças. O Pátio de São Pedro, no bairro de Santo Antônio, reunirá coco, maracatu e afoxé. Ou seja: para quem estiver procurando farra, é só escolher a programação e chegar.

Lenine e Virgínia Rodrigues farão uma homenagem ao percussionista Naná Vasconcelos, falecido em 2016 e que nos últimos 15 anos comandou a cerimônia que dá o pontapé oficial do Reinado de Momo na capital pernambucana. Eles cantarão com 13 grupos de maracatus. Os mestres dessas nações estarão presentes para reger coletivamente a “orquestra de tambores”. O maestro Nilsinho Amarante completa o time de abertura.

No ensaio de hoje, Lenine cantará três músicas: Lavadeira do Rio e A Ponte, ambas composições dele (em parceria com Bráulio Tavares e Lula Queiroga, respectivamente), e Loa, de Naná Vasconcelos. Virgínia também entoará três canções: Nizinga, de autoria do percussionista pernambucano; Frevo nº 2, de Antônio Maria, e uma saudação do candomblé a Odé, orixá que rege este ano de 2017 e é o deus da caça e da fartura.

OLINDA

Para os amantes dos antigos Carnavais, a sugestão é acompanhar o acerto de rua do Bloco da Saudade pelo Sítio Histórico de Olinda. A agremiação, que soma 43 Carnavais, vai se concentrar na Rua 15 de Novembro, no Varadouro, com orquestra e entre 40 e 50 componentes. Um dos momentos especiais será a bênção que o bloco receberá no Mosteiro de São Bento.

“Há cerca de 20 anos íamos cantar na frente do mosteiro e os monges acompanhavam da varanda. Um dia o abade abriu o prédio e nos abençoou. Desde então somos recebidos lá dentro”, explica a presidente do Bloco da Saudade, Izabel Cristina Bezerra. Amanhã o bloco estará na Praça Maciel Pinheiro, no Centro do Recife, a partir das 20h, para outro acerto de rua, desta vez com destino ao Recife Antigo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias