PERNAMBUCO

Bonecos gigantes tomam conta das ladeiras de Olinda nesta Terça-Feira Gorda de Carnaval

Esta é a 33ª edição do desfile mais aguardado do Sítio Histórico

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 25/02/2020 às 14:13
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
FOTO: Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Leitura:

Chegou o dia em que os foliões precisam abrir espaço para que as oitenta personalidades, pernambucanas e até internacionais, tomem conta das ladeiras de Olinda. É nesta Terça-Feira Gorda (25) que acontece a 33ª edição do desfile dos bonecos gigantes, o mais esperado do Carnaval da cidade.

» Os bonecos de Silvio Botelho

» Perdeu seu documento no Carnaval de Olinda? Veja como recuperar

» Para brilhar no Carnaval 2020, saiba como colocar e tirar glitter

» Confira tu do sobre o desfile dos bonecos gigantes de Olinda no Carnaval 2020

Os bonecos saíram do Largo do Guadalupe para tomar as ruas do Sítio Histórico. Em um dos pontos mais apoteóticos do percurso, próximo à prefeitura, o grupo Patusco animou a festa.

Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Mulher do Dia e John Travolta - Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
33ª Desfile dos Bonecos Gigantes - Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
80 personalidades tomam conta das ladeiras de Olinda - Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
33ª Desfile dos Bonecos Gigantes - Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
Foto: Jailton Júnior/JC Imagem
80 personalidades tomam conta das ladeiras de Olinda - Foto: Jailton Júnior/JC Imagem

Idealizador

O idealizador e pai dos bonecos, Sílvio Botelho, garantiu a presença dos astros do desfile: Homem da Meia Noite, Mulher do Dia e Cariri de Olinda, o homenageado do ano.

"Essa festa é de gente grande, Homem da Meia Noite, Mulher do Dia, Cariri de Olinda, Coronel Manuel Gaudino, John Travolta, Senhor Marcos", disse.

Botelho ainda reiterou o pertencimento dos bonecos à cultura pernambucana. "Olinda é a pátria dos bonecos gigantes, não tem outro lugar do mundo, não, a gente visita. O Homem da Meia Noite foi para Bahia mas voltou para casa, porque o lugar dele é aqui", defendeu.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias