Insegurança

Grande Recife já possui mais de 500 assaltos a ônibus em 2017

Em janeiro e fevereiro, já foram contabilizados 513 assaltos a ônibus

JC Online
JC Online
Publicado em 15/02/2017 às 9:28
Alexandre Gondim/JC Imagem
Em janeiro e fevereiro, já foram contabilizados 513 assaltos a ônibus - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Com uma média de mais de 11 assaltos a ônibus por dia, a Região Metropolitana do Recife (RMR) superou 500 investidas até o dia 14 de fevereiro deste ano: foram 513. A quantidade é maior do que a soma dos assaltos a ônibus ocorridos em janeiro (175), fevereiro (75) e março (148) do ano passado. Apenas nas últimas 24h, foram 19 investidas. 

O número é o maior já registrado desde que teve início a contagem, feita pelo Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco, em parceria com a Rádio Jornal. O Sindicato, inclusive, fará uma assembleia para decidir se a categoria irá ou não cruzar os braços durante as festividades de Momo. Os Rodoviários afirmam que já enviaram 12 ofícios para os órgãos responsáveis em Olinda e Recife, cobrando uma resposta. 

De acordo com a Polícia Militar, que realiza a Operação Transporte Seguro, de janeiro até o dia 8 de fevereiro de 2017 foram feitas 3.928 abordagens, que resultaram na apreensão de 10 armas de fogo e duas armas brancas, sendo 22 pessoas encaminhadas a Delegacia. A PM ainda relata que a Operação também identifica os pontos com maior incidência de ocorrências, de acordo com informações colhidas junto ao Grande Recife Consórcio de Transporte e aos boletins de ocorrência. As abordagens são feitas por dez equipes espalhadas em locais pré-identificados.

Últimas 24h

No total, no mês de fevereiro já foram contabilizados 168 assaltos a ônibus na Região Metropolitana. Nas últimas 24h, foram registrados assaltos em Recife, Olinda, Paulista e Jaboatão dos Guararapes. As investidas ocorreram nos bairros de Afogados (dois), Imbiribeira, Cajueiro, Passarinho, São José, Ibura, Fundão e Campo Grande, no Recife; Muribeca e Curado, em Jaboatão; Bultrins, Peixinhos (três), Cidade Tabajara e Avenida Pan Nordestina, em Olinda e Arthur Lundgren I e Paratibe, em Paulista.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias