Transporte coletivo

Metroviários decretam estado de greve

Categoria faz reivindicações a respeito da campanha salarial

JC Online
JC Online
Publicado em 17/05/2017 às 1:28
Foto: Acervo/JC Imagem
Categoria faz reivindicações a respeito da campanha salarial - FOTO: Foto: Acervo/JC Imagem
Leitura:

Metroviários e ferroviários decretaram estado de greve em todo Brasil após reuniões da categoria serem realizadas na noite desta terça-feira (16) em várias cidades. Assembleias foram realizadas em Pernambuco, Alagoas, Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Norte. A categoria faz reivindicações a respeito da campanha salarial.

Através de nota divulgada em sua página do Facebook, o Sindimetro-PE informou que a decisão foi tomada "em repúdio ao comportamento" da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) que, segundo os metroviários, ainda não apresentou o índice de reajuste salarial da categoria, mesmo após duas rodadas de negociações.

O "estado de greve" é uma decisão tomada por trabalhadores e que visa fixar um prazo mínimo para que uma greve de fato seja decretada. No estado de greve, as atividades não são suspensas.

Uma nova assembleia da categoria está marcada para o início de junho. Caso os metroviários não cheguem a um acordo com a CBTU, uma greve no sistema pode de fato ser deflagrada.

Confira o comunicado do Sindmetro-PE:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias