Ghost bike

Manifestação pede justiça para ciclista atropelado em Olinda

Morte de Sebastião Tenório aconteceu há dois meses enquanto homem atravessava avenida na faixa de pedestres

JC Online
JC Online
Publicado em 18/05/2017 às 19:57
Foto: Divulgação/Thais Queiroz
Morte de Sebastião Tenório aconteceu há dois meses enquanto homem atravessava avenida na faixa de pedestres - FOTO: Foto: Divulgação/Thais Queiroz
Leitura:

Um grupo de manifestantes realizará na noite desta quinta-feira (18), no bairro de Casa Caiada, Olinda, um ato pedindo justiça para o caso da morte do ciclista Sebastião Tenório, atropelado por um carro no último mês de março na Avenida Doutor José Augusto Moreira, em Casa Caiada, enquanto atravessava a rua na faixa de pedestres.

De acordo com Thais Queiroz, filha de Sebastião, o homem, que tinha 53 anos, estava atravessando uma rua, na faixa de pedestres, quando um carro o atropelou. "O sinal tava vermelho. Ele desceu da bike e foi atingido", afirmou. De acordo com Thais, as investigações do caso estão correndo de forma lenta: "A Polícia Civil não localizou nenhuma imagem de câmera de segurança até agora". 

A reportagem do JC procurou a Polícia Civil para comentar o assunto, bem como para saber a situação do inquérito, mas até a publicação desta matéria, não responderam às nossas solicitações.

Ghost bike

Durante o ato, será colocado no local do acidente - Avenida Dr. José Augusto Moreira, em Casa Caiada - uma ghost bike, como são conhecidas as bicicletas brancas instaladas por cicloativistas em locais que tiveram mortes de ciclistas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias