Corredores

Recém-inaugurada, estação de BRT da Boa Vista não agrada passageiros

A Padre Inglês I começou a operar nessa sexta-feira (8)

JC Online
JC Online
Publicado em 11/09/2017 às 13:27
Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

As obras das seis estações da Avenida Conde da Boa Vista, no Centro do Recife, estão concluídas. Nessa sexta-feira (8), a última estação, a Padre Inglês I, começou a operar e os passageiros podem realizar o embarque e desembarque, que fica no sentido subúrbio/cidade. O equipamento, que faz parte do Corredor Leste-Oeste de BRT, começa a operar com três anos de atrasos, visto que ela estava prevista para a Copa do Mundo de 2014. Mesmo com este tempo, sua estrutura funciona de forma improvisada, o que divide a opinião de usuários que a utilizam.

As obras das estações da principal avenida do Centro da Cidade foram retomadas no início deste ano, quando novas linhas do BRT foram introduzidas ao corredor - 2441 – EBRT BR-101/ Conde Da Boa Vista e 2443 – EBRT BR-101/ Derby -, e o funcionamento das linhas comuns da Avenida Caxangá foi alterado. A estação Padre Inglês I, que fica no início da Conde da Boa Vista, após o cruzamento com a Rua Dom Bosco, foi a última a fazer o embarque e desembarque de passageiros.

A assistente administrativa-jurídica, Edjane Monteiro, de 51 anos, relata que a estação ajudou na locomoção para o Centro, mas que a segurança é um ponto a melhorar. "Achei melhor, porque facilitou o embarque aqui na Boa Vista, mas a segurança deixa a desejar. Aqui, à noite, é muito esquisito e não me sinto segura", contou. Além da insegurança, outro ponto levantado pelos usuários é desconforto. Sem ventilação e com uma estrutura improvisada, a estação não agradou.

O condutor de ambulância, Fábio Alexandre, 42, conta que, mesmo com a facilidade em pegar o BRT na Boa Vista, a estação não traz comodidade a quem utiliza: "Melhorou em relação à locomoção, mas não temos conforto nenhum nesta parada, assim como as outras. Muito diferente das que ficam na Caxangá, que têm alguns problemas, mas são muito mais confortáveis. Eu não sinto segurança nenhuma aqui".

A estação também facilitou o desembarque do promotor de eventos, Alexandre Tiago, 32 anos, mas a desorganização no ponto é algo que o incomoda. "Eu não sabia onde é que saía ou entrava nessa estação. Não tem ninguém para orientar as pessoas". Ele também relata que não foi avisado sobre o funcionamento do novo equipamento. "Eu só soube que aqui estava funcionando, porque eu vi as pessoas descendo. Porque não vi aviso em lugar nenhum", conta Alexandre.

Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Filipe Ribeiro/JC Imagem

Por nota, o Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT) explicou que as estações da Conde da Boa Vista possuem estruturas provisórias e que estudos estão sendo feitos para que fiquem no padrão das outras dos corredores Leste/Oeste e Norte/Sul.

Confira a íntegra da nota:

Com relação às estações transitórias instaladas na Avenida Conde da Boa Vista, o Grande Recife esclarece que as estações permanecerão da forma que estão pelo menos por enquanto. Estudos para um projeto maior de recuperação na via estão sendo feitos pela Prefeitura do Recife, para só então serem adotadas as estações no padrão das demais estações dos corredores Leste/ Oeste e Norte/ Sul.

Desembarque

Em fevereiro deste ano, a Avenida Conde da Boa Vista virou ponto de desembarque para os passageiros que viajam de BRT. Além da linha 2441 – EBRT (BR-101) (Conde da Boa Vista), as linhas de BRT 2450 – TI Camaragibe (Centro) e 2437 – TI Caxangá (Centro) também param na via, nas estações próximas à Rua da Soledade e em frente ao Shopping Boa Vista.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias