Transporte

Governo quer privatizar terminais integrados do Grande Recife

De acordo com o Governo, o chamamento tem como objetivo atrair investimentos para o terminais

JC Online
JC Online
Publicado em 31/05/2019 às 9:10
Notícia
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
FOTO: Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Leitura:

O Governo de Pernambuco publicou, nesta sexta-feira (31), edital de Chamamento Público para receber propostas de parcerias com o setor privado para gestão dos 26 terminais integrados do Grande Recife. A publicação, que foi feita no Diário Oficial do Estado, está vinculada ao novo Programa de Parcerias Estratégicas do Estado (PPPE), sancionado pelo governador Paulo Câmara no último dia 21 de maio. As propostas devem apresentar estudos de modelagem operacional, econômico-financeira, jurídica, urbanística, de engenharia e arquitetura, envolvendo um, alguns ou todos os terminais.

De acordo com o Governo, o chamamento tem como objetivo atrair investimentos para os terminais que integram o Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros. Entre os serviços contemplados pelo PPPE estão a administração, manutenção, conservação e requalificação dos terminais. A contrapartida é a exploração comercial dos espaços.

Confira os terminais integrados do Grande Recife:

1. TI Abreu e Lima
2. TI Aeroporto
3. TI Afogados
4. TI Barro
5. TI Cabo
6. TI Cajueiro Seco
7. TI Camaragibe
8. TI Cavaleiro
9. TI Caxangá
10. TI Cosme e Damião
11. TI Igarassu
12. TI Jaboatão
13. TI Joana Bezerra
14. TI Largo da Paz
15. TI Macaxeira
16. TI PE-15
17. TI Pelópidas Silveira
18. TI Prazeres
19. TI Recife
20. TI Rio Doce
21. TI Santa Luzia
22. TI Tancredo Neves
23. TI TIP
24. TI Xambá
25. TI Getúlio Vargas
26. TI CDU

Avaliação dos estudos

Quem avaliará as propostas é a Comissão Especial de Avaliação. As empresas interessadas devem realizar credenciamento até o dia 1º de julho, sendo aceitas pessoas físicas e jurídicas, nacionais ou estrangeiras, desde que cumpram os requisitos do edital. Os estudos devem ser protocolados na sede da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), que fica no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife.

Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
O TI Abreu e Lima foi inaugurado em 2016. Conta com 11 linhas, que transportam 40 mil passageiros - Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
O TI Barro foi construído em 1994. Dez linhas passam por ele, transportando 64 mil usuários - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Edmar Melo/Acervo JC Imagem
O TI Cajueiro Seco conta com 13 linhas de ônibus. 66 mil usuários utilizam o TI por dia - Foto: Edmar Melo/Acervo JC Imagem
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Inaugurado em 2016, o TI Cosme e Damião tem duas linhas e transporta 4 mil usuários/dia - Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
O TI Igarassu possui nove linhas, atendendo 43 mil passageiros diariamente - Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Foto: Edmar Melo/Acervo JC Imagem
O TI Joana Bezerra possui 11 linhas e transporta 91 mil passageiros/dia - Foto: Edmar Melo/Acervo JC Imagem
Foto Alexandre Gondim/JC Imagem
O TI Macaxeira foi construído em 1992 e transporta, diariamente 46 mil usuários, em 14 linhas - Foto Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
O TI PE-15 transporta diariamente 132 mil passageiros. Com 17 linhas, foi construído em 1992 - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Construído em 2009, o TI Pelópidas Silveira é utilizado por 174 mil passageiros/dia, com 25 linhas - Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Com duas linhas operando, o TI Prazeres transporta 5 mil usuários por dia - Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem
Construído em 2013, o TI TIP, com 11 linhas de ônibus, transporta 35 mil passageiros - Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
O TI Xambá foi construído em 2013 e transporta 118 mil passageiros por dia. São 18 linhas - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Léo Motta/JC Imagem
No TI Getúlio Vargas são seis linhas operando, que transportam dez mil usuários. Inaugurado em 2018 - Foto: Léo Motta/JC Imagem
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
O TI CDU entrou em operação em 2018 e transporta 3,5 mil passageiros/dia, em quatro linhas - Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem

Atraso nas obras

A construção de novos terminais integrados estavam no pacote de obras previstas para a Copa do Mundo de 2014, além dos corredores Norte-Sul e Leste-Oeste de BRT. No entanto, muitos equipamentos tiveram atraso na entrega, como é o caso do TI Severino Luiz Nunes, o TI CDU, que só começou a operação setembro do ano passado. Dos TIs, foi o mais recente a ser inaugurado, após sete anos e meio de construção. O TI CDU chegou a ter suas obras paralisadas por três anos e só foram retomadas em 2017.

Também inaugurado no ano passado, no mês de janeiro, o TI III Perimetral, localizado na Avenida Caxangá, sofreu com o atraso nas obras. Os serviços foram paralisados quando o equipamento já estava 90% pronto. A construção foi retomada em 2016. Durante o período com obras paradas, várias denúncias de abandono foram feitas pela população, devido ao mato crescido e pichações.

Integravam também as obras para a Copa do Mundo de 2014 o TI Cosme Damião, que ficou pronto em 2016; o TI Aeroporto, entregue em abril de 2012; o TI TIP, concluído em 2013. O TI Santa Luzia foi inaugurado em 2016, e apenas quatro dias após já apresentava pichações. Outro concluído em 2016 foi o TI Prazeres, depois de quatro anos em obras, que estavam atrasadas há dois anos e meio. O TI Abreu e Lima, com sua inauguração, em 2016, impactou os terminais PE-15, Pelópidas Silveira, Igarassu, Macaxeira, Xambá e Rio Doce.

O novo TI Joana Bezerra, que começou a operar em 2016, demorou cinco anos para que os serviços fossem concluídos, depois de quase 10 anos de promessas. O TI Tancredo Neves, que foi concluído em 2013, chegou a ficar quase um ano pronto e fechado, à espera de novas composições de metrô, ao qual foi integrado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias