SANEAMENTO

Obra da Compesa interdita trecho de avenida em Jaboatão dos Guararapes

A partir desta terça-feira (1), às 9h, a Avenida Bernardo Vieira de Melo (sentido Recife) receberá intervenções para o assentamento de 800 metros de tubulações de esgoto

JC Online
JC Online
Publicado em 30/09/2019 às 19:56
Foto: Divulgação/Compesa
A partir desta terça-feira (1), às 9h, a Avenida Bernardo Vieira de Melo (sentido Recife) receberá intervenções para o assentamento de 800 metros de tubulações de esgoto - FOTO: Foto: Divulgação/Compesa
Leitura:

A partir desta terça-feira (1), às 9h, em Jaboatão dos Guararapes, a Avenida Bernardo Vieira de Melo (sentido Recife) receberá intervenções para o assentamento de 800 metros de tubulações de esgoto. De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), as duas faixas da direita serão bloqueadas a partir do Banco do Nordeste até a Go Temakeria. Os motoristas devem ficar atentos à sinalização. 

As obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Jaboatão dos Guararapes, nessa etapa, já alcançaram mais de 80% de realização. As intervenções nesse trecho da Avenida Bernardo Vieira de Melo prosseguem até o mês de dezembro deste ano.

Sistema de Esgotamento Sanitário

A  iniciativa faz parte da primeira etapa da ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Jaboatão dos Guararapes, empreendimento iniciado em maio de 2017 e  que, segundo a Compesa, já  concluiu o assentamento  de 80% do total de 61 mil metros de rede coletora prevista. A obra recebe o investimento de R$ 85 milhões, por meio do Programa Cidade Saneada, beneficiando 73 mil pessoas nos bairros de Candeias, Piedade e Barra de Jangada.

O novo sistema ainda contará com uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que está sendo construída na Rua Corumbá, no bairro de Candeias, além de cinco estações elevatórias (bombeamento). Essa etapa da obra tem previsão de término em fevereiro do próximo ano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias