Transporte

Reeducandos vão trabalhar em estações de BRT e TIs do Grande Recife

Para realizar o trabalho, os apenados vão receber um salário mínimo

Mayra Cavalcanti
Mayra Cavalcanti
Publicado em 14/02/2020 às 8:47
Notícia
Foto: Ray Evllyn/Divulgação SJDH
Para realizar o trabalho, os apenados vão receber um salário mínimo - FOTO: Foto: Ray Evllyn/Divulgação SJDH
Leitura:

Cerca de 40 reeducandos em regime aberto vão começar a trabalhar nas estações de BRT e nos Terminais Integrados do Grande Recife nos próximos dias. A ação é conjunta entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e a empresa Conorte e busca inserir estas pessoas no mercado de trabalho. As estações de BRT e os TIs integram o Corredor Norte-Sul. 

O grupo será dividido em dois turnos e vão atuar na organização de filas, no controle à gratuidade destinada a idosos e pessoas com deficiência, além de coibir a evasão dos passageiros nos ônibus. Para exercer os serviços, os reeducandos vão receber um salário mínimo como remuneração, no valor de R$ 1.045.

Nas estações e TIs, os apenados estarão na presença do Patronato Penitenciário, que será responsável por acompanhar a pena dos ex-detentos no regime aberto e livramento condicional. Outros egressos prisionais já trabalham nas mesmas funções, somando 82 reeducandos participando do projeto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias