Irregularidades

Sindicato encontra problemas nos postos da PRF de Pernambuco

Um série de irregularidades em relação as condições de trabalho foram encontradas nas unidades

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/03/2014 às 11:33
Leitura:

O Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais de Pernambuco (PRF), com o apoio da Federação Nacional do  dos Policiais Rodoviários Federais,  está realizando uma série de vistorias nos postos lotados no Estado de Pernambuco. As fiscalizações começaram na última segunda-feira (17) e terminam nesta sexta-feira (21). Nas unidades já visitadas, as entidades encontraram uma série de irregularidades em relação as condições de trabalho, como: falta de água ou água contaminada, rachaduras nas paredes e fungos. 

A mobilização que conta com a presença do coordenador de relações do trabalho da Federação Nacional do  dos Policiais Rodoviários Federais, Marcos Khadur, começou em Petrolina e passou por vários postos da PRF pernambucana. A ação já fez vistoria nas unidades de e Rajada, Santa Maria da Boa Vista, Cabrobó, Salgueiro, Serra Talhada, Cruzeiro, Moreno, Gravata, São Caetano, Garanhuns, Cidade Universitaria. Além dos problemas já citados, a vistoria também encontrou banheiros quebrados e acumulo de carros abandonados, o que facilita a instalção de ratos, baratas e mosquitos da dengue. 

A Federação dos  Policiais Rodoviários Federais está realizando fiscalizações por todo o Brasil para identificar as condições de trabalho em que os policiais estão expostos. De acordo com Marcos Khadur, as condições encontradas nas unidades do estado pernambucano são muito precárias. "Encontramos postos em que nem água encanada há, e muitas vezes, onde existe é imprópria até para tomar banho.Os locais que estamos vistoriando estão muito aquém das necessidades mínimas para um trabalho digno."

O único posto que passou pela avaliação e teve resultado positivo foi o de São Caetano." A unidade foi inaugurada recentemene e de deveria ser padrão para outros postos do Estado", declarou Marcos Khadur.

O mutirão já fiscalizou unidades de vários estados do Brasil. "No nordeste a situação encontrada é bem difícil, mas há lugares no país que apresentam um excelente padrão de qualidade nos postos, Santa Catarina é um bom exemplo disso", afirmou o coordendor do sindicato. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias