Fiscalização

CPRH apreende 40 aves no Grande Recife após denúncias de moradores

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) recebeu três denúncias sobre criação de aves silvestres de moradores de Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes

JC Online
JC Online
Publicado em 28/04/2017 às 13:15
Divulgação / CPRH
A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) recebeu três denúncias sobre criação de aves silvestres de moradores de Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes - FOTO: Divulgação / CPRH
Leitura:

Quarenta aves silvestres foram apreendidas em fiscalizações realizadas no decorrer desta semana por equipes da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH). Os agentes agiram nos dias 26 e 27 em parceria com brigadas municipais após terem recebido três denúncias de moradores dos municípios de Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, sobre criação de pássaros e papagaios. Ao todo, foram emitidos 15 autos de infração e multas que somam R$ 17,5 mil.

>>> Em três meses, centro devolveu 1.585 animais silvestres à natureza
>>> Bebê quati e coruja-buraqueira são levados para Centro de Triagem da CPRH

De acordo com a CPRH, duas das três denúncias foram atendidas em Camaragibe, uma que resultou procedente e outra que não foi comprovada pelos agentes que estiveram nos bairros dos Estados e Timbi. No total, foram 26 aves apreendidas e dez autuações, que somaram R$ 10 mil em multas. Já em Jaboatão, a ação foi realizada no bairro de Santo Aleixo, onde uma denúncia foi comprovada. A CPRH agiu em conjunto com o Grupamento de Apoio de Meio Ambiente (GAMA), da Prefeitura local, apreendendo 14 aves da fauna brasileira. Ainda conforme o órgão, foram cinco autuações, somando R$ 7,5 mil em multas.

Avaliação clínica

Todas as aves apreendidas já se encontram no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, onde passarão por avaliação clínica e serão reabilitadas para, posteriormente, serem devolvidas à natureza, em áreas de soltura monitoradas pelo órgão ambiental. No local, há galos de campina, patativas, canários da terra, garibaldis, sibitos e sabiás, entre outras espécies.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias