Tragédia

Menina morre afogada após ficar presa em bomba de piscina em Itamaracá

Laura Beatriz, de oito anos, brincava na piscina quando sofreu o acidente. Familiares tentaram soltar a menina, mas o corpo só foi retirado da água quando o equipamento foi desligado

JC Online
JC Online
Publicado em 03/11/2017 às 6:04
Foto: Cortesia
Laura Beatriz, de oito anos, brincava na piscina quando sofreu o acidente. Familiares tentaram soltar a menina, mas o corpo só foi retirado da água quando o equipamento foi desligado - FOTO: Foto: Cortesia
Leitura:

Uma garota de apenas oito anos morreu afogada após ficar presa na bomba de sucção de uma piscina na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife (RMR). De acordo com testemunhas, familiares mergulharam na piscina para tentar soltar a menina, mas a vítima só foi solta quando o equipamento foi desligado.

O afogamento foi registrado na manhã da quinta-feira (2), durante o feriado de Finados. A família da jovem, que foi identificada como Laura Beatriz, mora em São Lourenço da Mata, também na RMR, mas tinha viajado até a casa de veraneio de parentes para se divertir durante o feriado prolongado.

Laura brincava na piscina quando teve os cabelos sugados pela bomba de sucção. Parentes da criança correram para soltar a jovem, mas não conseguiram.

O corpo de Laura só foi removido da água quando outra pessoa que presenciou o acidente desligou a bomba que prendia a garota. A vítima ainda foi levada para uma unidade de saúde da ilha de Itamaracá, mas, de acordo com a equipe médica, Laura já chegou sem vida ao local.

Sepultamento

A estudante foi sepultada na manhã desta sexta-feira (3) no cemitério de São Lourenço da Mata. Uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) fez o transporte do corpo no início da noite da quinta-feira (2) entre Itamaracá e São Lourenço.

Outro afogamento

Na última terça-feira (31), outra criança também morreu afogada. A menina de dois anos se afogou dentro de um balde na Zona Rural da cidade de Poção, no Agreste de Pernambuco. De acordo com familiares, a menina subiu em um banquinho, se desequilibrou e caiu em um balde grande cheio de água. O sepultamento da garotinha aconteceu na quarta-feira (1).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias