VIOLÊNCIA

Polícia ainda sem pistas de assassino do produtor

Vítima estacionava seu carro numa padaria quando foi atingido por cinco tiros

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 22/06/2011 às 11:51
Foto: Cortesia/Polícia Civil
FOTO: Foto: Cortesia/Polícia Civil
Leitura:

Familiares do produtor de eventos Victor César figueiredo, 33 anos, assassinado na última terça-feira (21), no bairro de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, estiveram no Instituto de Medicina Legal (IML), nesta quarta (22), para iniciar o procedimento de liberação do corpo da vítima.

De acordo com o padastro de Victor, Gilberto da Silva couto, 45, o produtor não tinha muito contato com os parentes. "Nós não falávamos muito com o Victor. Ele vivia mais no mundo dele, com a mulher e as filhas. Por isso, não temos ideia do que tenha motivado o crime", disse.

A vítima estacionava seu carro, um Zafira de placa KKZ-2268, em frente à padaria Delícias da Praça, ao lado da Igreja de Casa Forte, quando foi alvejado por um homem que passava a pé no local. No veículo, ainda estavam a mulher e as duas filhas de Victor.

De acordo com a polícia, as testemunhas que presenciaram o crime - funcionários da padaria e os próprios familiares - não souberam informar detalhes do caso. Na próxima segunda-feira (26) a polícia irá convocar outras outras pessoas para prestar depoimento.

O enterro do produtor está marcado para a próxima quinta-feira (23), em local ainda a definir.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias