polícia federal

Mulher é presa com 810 comprimidos de Artane

Paraibana foi detida em Caruaru. Medicamento é bastante utilizado no golpe conhecido como "Boa noite cinderela"

Diogo Menezes
Diogo Menezes
Publicado em 25/07/2011 às 7:47
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Uma auxiliar de enfermagem da Paraíba foi presa por agentes da Polícia Federal (PF), na tarde do último sábado (23), em Caruaru, Agreste do Estado, com 810 comprimidos do medicamento Artane, bastante utilizado para aplicar o golpe popularmente conhecido como "Boa noite cinderela". Irene Santana da Silva, 58 anos, foi detida quando saía de uma farmácia onde comprou parte do medicamento - o restante tinha sido adquirido em outras duas drogarias.

Um homem em um Fiesta estava com a acusada e também foi investigado, mas não ficou comprovada sua participação no crime e ele acabou liberado. O rapaz informou ter sido contratatado por Irene por R$ 270 para acompanhá-la.

Com Irene, além dos comprimidos, foram encontrados 11 receituários de controle especial ideologicamente falsos. Em seu interrogatório, ela disse que iria receber R$ 1 mil de uma pessoa - ainda não identificada - para adquirir os medicamentos em Caruaru e em seguida entregá-los em João Pessoa. Teria aceitado o trabalho por encontrar-se em situação financeira difícil.

Segundo informações da própria Irene, ela havia sido presa em flagrante no final de junho, cumprindo pena em Presídio em João Pessoa quando foi localizada grande quantidade desse mesmo medicamento controlado na casa dela, além de receitas médicas ideologicamente falsas. Recentemente, ela chegou a ter um princípio de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Autuada em flagrante mais uma vez, seguiu para o Presídio Feminino de Buíque, no Agreste de Pernambuco.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias