MINISTÉRIO PÚBLICO

Denny Oliveira tem pena aumentada para 24 anos e sete meses de reclusão

O argumento usado pelo MPPE para pedir o aumento da prisão foi que a sentença original considerou como se apenas um crime tivesse sido praticado

Fábio Jardelino
Fábio Jardelino
Publicado em 30/11/2011 às 15:24
Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem
O argumento usado pelo MPPE para pedir o aumento da prisão foi que a sentença original considerou como se apenas um crime tivesse sido praticado - FOTO: Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem
Leitura:

O apresentador de TV Denny Oliveira teve a pena aumentada de 15 anos para 24 anos e sete meses de reclusão, após pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Ele é acusado de estupro e atentado violento ao pudor praticados contra quatro adolescentes. O julgamento do acusado aconteceu no último dia 16, pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

O argumento usado pelo MPPE para pedir o aumento da prisão foi que a sentença original considerou "continuidade delitiva", como se apenas um crime tivesse sido praticado.

As promotoras de Justiça Cristiane Medeiros e Cristiane Caitano, autoras da apelação para pedir o aumento da pena, argumentaram que, na verdade, vários crimes foram praticados em tempo e lugares diferentes. “Com a interpretação da continuidade delitiva, o réu foi beneficiado no cálculo da pena”, afirmou Cristiane Medeiros, na época da primeira condenação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias