entorpecentes

Homens promovem duplo homicídio em Campo Grande

Dupla criminosa alvejou casal homossexual que andava pela Ilha do Joaneiro, no bairro. Polícia suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, uma vez que uma das vítimas era usuária

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 27/06/2012 às 8:50
Leitura:

Dois elementos realizaram na última terça-feira (26) um atentado que assassinou duas pessoas. Os criminosos atiraram contra o travesti Adriano Virgílio de Vasconcelos, 25 anos, e o companheiro dele, Yguratan de Borges Pinho, 20, na Ilha do Joaneiro, no bairro de Campo Grande, Zona Norte do Recife. De acordo com a polícia, crime pode ter ligação com o tráfico de drogas.

Segundo informações das autoridades, os assassinos foram identificados como Cacá e Brasil. Eles são suspeitos de traficar drogas nas redondezas de Campo Grande. A dupla atirou contra o casal Adriano e Yguratan, que caminhava pela comunidade. Adriano morreu na cena do crime. Já Yguratan, chegou a ser socorrido no Hospital da Restauração (HR), mas não resistiu.

A polícia informou que Adriano era usuário de entorpecentes, o que aumentam as suspeitas de crime motivado pelo tráfico. Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto de Medicina Legal (IML). O caso está sendo investigado pela Força Tarefa Capital do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias