Morte

Padeiro que foi alvejado a tiros por PM morre no HR

Saulo Simão da Silva recebeu dois tiros após a moto em que estava ultrapassar um bloqueio da PM no último domingo (1)

Juliana Regis
Juliana Regis
Publicado em 05/07/2012 às 8:19
Leitura:

Padeiro que foi alvejado a tiros por policial militar morreu, na tarde da última quarta-feira (4), no Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife. O incidente ocorreu no último domingo (1), após a moto de Saulo Simão da Silva, 25 anos, ultrapassar um bloqueio da Polícia Militar, no bairro de Santo Aleixo, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

Segundo informações dos familiares da vítima, o policial militar Ivson Ivo dos Santos atirou, inicialmente, nas costas do rapaz. Após o padeiro cair da moto, o PM foi até o local em que Saulo estava e atirou no seu rosto.

O homem foi socorrido, inicialmente, para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Engenho Velho, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, sendo, em seguida, transferido para o HR onde veio a falecer. O corpo de Saulo deve ser enterrado nesta tarde.

Em depoimento, o policial Antônio Semilson da Silva, que estava com o responsável pelo ato no momento do ocorrido, informou que ouviu disparos vindos da moto justificando, assim, o ato do companheiro. De acordo com informações dos familiares, Saulo não estava correndo risco de vida até receber o tiro no rosto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias