Crime Passional

Briga em bar termina com a morte de um homem em Catende

Dois homens foram presos como autores do crime que, segundo a polícia, foi motivado por ciúmes

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 09/03/2015 às 10:07
Foto: Divulgação / ASCOM PCPE
Dois homens foram presos como autores do crime que, segundo a polícia, foi motivado por ciúmes - FOTO: Foto: Divulgação / ASCOM PCPE
Leitura:

Dois homens foram presos em flagrante no último domingo (8) suspeitos de assassinar um homem no município de Catende, na Zona da Mata pernambucana. O crime ocorreu durante a madrugada do sábado para o domingo e foi motivado por uma briga durante uma festa em um bar da cidade.

Segundo a polícia, os autores do crime, Jailton Mendes da Silva e José Claudino da Silva Filho, estavam em uma festa quando a namorada de José Claudino chamou a vítima, José Fábio Silvestre da Silva, para dançar. O suspeito não gostou do que viu e partiu para cima de José Fábio. Os dois brigaram e houve ameaças de morte.

Após a festa, José Fábio, na companhia de José Carlos da Silva, se dirigia para casa quando foi abordado pela dupla em uma moto. José Claudino disparou contra os dois, que foram atingidos. José Fábio pegou uma moto e conseguiu fugir, mas foi perseguido pelo grupo. Durante a perseguição, José Fábio perdeu o controle da moto e caiu. Quando foi alcançado pelos rivais, José Claudino descarregou a arma na vítima, que morreu na hora. O amigo da vítima foi socorrido para o Hospital de Palmares e já foi liberado.

Após três horas de diligência, a polícia encontrou o suspeito do crime, José Claudino, escondido na casa de Fernando Paulo da Silva, um dos homens mais procurados de Catende. Contra ele, pelo menos oito inquéritos policiais foram expedidos sob suspeita de envolvimento em homicídios, além de um por roubo qualificado em Palmares, também na Zona da Mata. Para a polícia, José Claudino afirmou que a arma do crime estaria escondida na casa de Jailton, que também participou do assassinato de José Fábio.

A polícia expediu um mandado de prisão preventiva contra Fernando, que foi apontado pelos autores do crime como dono da arma, um revólver .38 com a numeração raspada, também apreendido pelos policiais. O trio foi preso e encaminhado para o Presídio de Palmares, onde ficará à disposição da Justiça.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias