ZONA OESTE

Homem é executado dentro de ambulância a caminho do hospital

O jovem de 19 anos era suspeito de assaltar uma pizzaria no Ipsep e estava sendo socorrido após trocar tiros com um PM que reagiu à investida

JC Online
Cadastrado por
JC Online
Publicado em 21/07/2016 às 7:43
Foto: Thales Siqueira/Rádio Jornal
O jovem de 19 anos era suspeito de assaltar uma pizzaria no Ipsep e estava sendo socorrido após trocar tiros com um PM que reagiu à investida - FOTO: Foto: Thales Siqueira/Rádio Jornal
Leitura:

Um homem foi morto a tiros dentro de uma ambulância do Corpo de Bombeiros após um grupo encapuzado interceptar o veículo a caminho do hospital, na noite dessa quarta-feira (20), na Avenida Caxangá, Zona Oeste do Recife. O jovem de 19 anos identificado como Luan Alípio Ramos era suspeito de assaltar uma pizzaria no Ipsep e estava sendo socorrido após trocar tiros com um policial militar que reagiu a investida.

De acordo com a polícia, depois do confronto no restaurante, o homem foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife. Lá foi constatado que ele precisava ser transferido para o Hospital da Restauração, na área central do Recife, mas o médico responsável teria recusado a escolta da Polícia Militar e acionado a Polícia Civil. No entanto, ele ordenou a partida da ambulância do Corpo de Bombeiros antes da chegada da viatura.

No trajeto para a unidade de saúde, quatro homens encapuzados e fortemente armados desceram de um carro e abordaram a ambulância. Eles ordenaram que o condutor e o socorrista saíssem do veículo e efetuaram os disparos contra a vítima, executada com tiros na cabeça.

"O que é feito de praxe é a escolta, ainda mais porque ele estava como suspeito de um crime, provavelmente ia ser autuado, por obrigação os policiais militares têm que fazer a escolta", disse a delegada Vilaneida Aguiar, responsável pelo caso. Ainda segundo ela, o médico que autorizou a partida da ambulância sem escolta policial já foi identificado e deve ser ouvido.

ASSALTO

O soldado da Polícia Militar lotado no 6º BPM que reagiu ao assalto na pizzaria foi baleado e levado para o Hospital da Restauração. Após passar por cirurgia, o estado de saúde dele é estável.  O PM estava com a esposa e duas crianças no estabelecimento, na noite da quarta-feira (20),  quando dois homens armados entraram e anunciaram o crime. O segundo suspeito conseguiu fugir.

Confira as reportagens da Rádio Jornal e TV Jornal.

Últimas notícias