PARALISAÇÃO

Polícia Civil decreta estado de greve em Pernambuco

Após assembleia, realizada hoje, os policiais decidiram paralisar as atividades por 24h

JC Online
JC Online
Publicado em 10/10/2016 às 15:05
Foto: JC Imagem
Após assembleia, realizada hoje, os policiais decidiram paralisar as atividades por 24h - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Por conta de desentendimento entre o governo de Pernambuco e o Sindicato dos policiais civis do Estado (Sinpol-PE) sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) da categoria, foi decretado, nesta segunda-feira (10), estado de greve da Polícia Civil em todo o Estado.

>>> Polícia Civil decretou estado de greve em fevereiro

Após assembleia, realizada hoje, os policiais decidiram paralisar as atividades por 24h a partir desta quinta-feira (13), mesmo dia em que a categoria realizará um grande ato no Marco Zero da cidade.

De acordo com publicação do Sinpol, "há cerca de dois meses uma grande manifestação de rua foi feita, contando com a presença de mais de 1500 policiais civis. No mesmo dia, o diálogo que estava parado há mais de três meses foi retomado, e uma reunião com o Secretário de Administração do Estado, Milton Coelho, foi agendada para 15 dias depois. Já na tratativa oficial, na presença do próprio Secretário, sua equipe e da diretoria do SINPOL, o Governo se comprometeu a apresentar uma proposta concreta à categoria após o fechamento do quadrimestre contábil do Governo, no final de setembro. Contudo, mais uma promessa foi descumprida, sem ao menos uma satisfação ou contato".

Após a paralisação, uma nova Assembleia acontece no próximo dia 20, com uma passeata que vai em direção ao Palácio do Governo. Na ocasião, a categoria deve decretar a greve da Polícia Civil de Pernambuco por tempo indeterminado, caso não haja a implementação do novo PCCV da categoria.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias