Conduta Policial

Policiais que agrediram estudante em protesto de Itambé são afastados

O caso ocorreu na última sexta-feira (17), quando Edvaldo Alves da Silva, de 23 anos foi atingido por policiais numa manifestação por mais segurança no município de Itambé

JC Online
JC Online
Publicado em 21/03/2017 às 10:35
Foto: Reprodução TV Jornal
O caso ocorreu na última sexta-feira (17), quando Edvaldo Alves da Silva, de 23 anos foi atingido por policiais numa manifestação por mais segurança no município de Itambé - FOTO: Foto: Reprodução TV Jornal
Leitura:

Em procedimento disciplinar deflagrado pela corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS), os três policiais suspeitos de agredir um estudante durante um protesto foram afastados das funções de rua até que as investigações sobre o caso sejam concluídas.

O caso ocorreu na última sexta-feira (17), quando Edvaldo Alves da Silva, de 23 anos foi atingido por policiais numa manifestação por mais segurança no município de Itambé, na Zona da Mata Pernambucana. A bala que atingiu o testículo do jovem partiu da arma de um policial.

Após o disparo, Edvaldo foi arrastado pela pista da rodovia PE-75 e colocado na carroceria de uma viatura da PM, como mostra o vídeo abaixo:

 

 


Depoimentos

Os PMs prestaram depoimento na Delegacia de Itambé. Além deles, três pessoas que presenciaram a ação policial também foram ouvidas. Nesta semana, familiares do estudante também devem depor. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso, segundo o delegado Flaubert Queiroz. Ele afirmou que os três policiais podem ser investigados por lesão corporal e tentativa de homicídio. Edilson Silva, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco alegou que vai acionar o Ministério Público e quer conversar com o comandante da PM sobre a postura dotada pelos PMs.


Protesto

O protesto da última sexta-feira pediu por mais segurança na cidade, que possui apenas três policiais, para uma população de 36 mil pessoas. Os moradores tem enfrentado assaltos frequentes também nas estradas, num trecho em obras da PE-75 entre Itambé e Goiana. Como a pista está sendo recuperada, os condutores precisam passar uma estrada de barro e diminuir a velocidade, o que facilita a ação dos assaltantes. Por causa disso, motoristas de ônibus escolares tem viajado em grupo para tentar diminuir as investidas dos bandidos.


Estado de Saúde

Edvaldo Alves da Silva foi incialmente conduzido ao Hospital Municipal de Itambé e depois foi levado em estado grave para o Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista, Região Metropolitana do Recife. No primeiro boletim médico, divulgado no último domingo (19), foi dito que Edvaldo teve uma pequena melhora. Nesta terça (21), o hospital informou que o jovem apresenta melhora progressiva.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias