CRIME

Polícia diz que ex-funcionário da Fiat é suspeito de revender peças furtadas da montadora

Davi José Sena, 28 anos, estaria recebendo as peças de um funcionário da Fiat

Arlene Carvalho
Arlene Carvalho
Publicado em 25/05/2017 às 21:55
Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Davi José Sena, 28 anos, estaria recebendo as peças de um funcionário da Fiat - Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Leitura:

Um ex-funcionário da fábrica da Fiat, instalada em Goiana, Mata Norte do Estado, foi preso na tarde desta quinta-feira (25) suspeito de revender peças furtadas da montadora. Segundo a Polícia Militar, Davi José Sena, 28 anos, foi detido quando ia repassar alguns produtos para um comprador, numa via pública em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Com o suspeito, foram apreendidos oito kits de ignição do Jeep Renegade e dois do Fiat Toro, que custam R$ 14.400 na loja e estavam sendo revendidos por R$ 700 na internet; duas câmaras de ré do Fiat Toro, que são vendidas por R$ 1.200 na loja e o rapaz estaria revendendo por R$ 240; além de quatro conjuntos de parafuso de roda antifurto também do Fiat Toro, que valem cerca de R$ 400 reais e estariam sendo vendidas por R$ 130 online.

Davi de Sena foi encaminhado para a Delegacia de Paulista. Nem ele nem o seu advogado, Ivanildo Melo, quiseram falar com a imprensa. De acordo com o comissário Edson Gomes, o suspeito foi autuado em flagrante por receptação qualificada e será encaminhado, na manhã desta sexta-feira (26), para audiência de custódia.

Investigações

As investigações estavam em andamento pelo setor de inteligência da Polícia Militar há cerca de quatro meses. A suspeita é que ele estivesse recebendo as peças de outro funcionário da empresa, identificado apenas como Jefferson.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias