Entrevista exclusiva

VÍDEO: 'Não fui eu que matei Mirella', diz Edvan, réu do assassinato

Único acusado do assassinato da fisioterapeuta, Edvan falou pela primeira vez desde que foi preso

Gabriel Dias
Gabriel Dias
Publicado em 20/06/2017 às 22:14
Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem
Único acusado do assassinato da fisioterapeuta, Edvan falou pela primeira vez desde que foi preso - FOTO: Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem
Leitura:

Réu e único acusado do assassinato da fisioterapeuta Tássia Mirella Sena de Araújo, 28 anos, no dia 5 de abril, dentro de seu apartamento, em Boa Viagem, no Recife, o comerciante Edvan Luiz da Silva, 32, rompeu o silêncio pela primeira vez. Em entrevista exclusiva ao repórter Gabriel Dias, do Jornal do Commercio, ele rebateu as perícias apresentadas pela Polícia Civil e negou envolvimento com morte de fisioterapeuta. "Provas podem ser criadas". Confira abaixo tudo o que ele disse nesse vídeo de duração de pouco mais de 17 minutos.

Entrevista com Edvan

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias