Crime

Porteiro é atropelado e morto a tiros em rua movimentada de Boa Viagem

A vítima estava saindo da casa da mãe e seguindo para sua residência quando foi atingida por um veículo e depois alvo de diversos disparos

JC Online
JC Online
Publicado em 28/06/2017 às 19:48
Foto: Leopoldo Monteiro/TV Jornal
A vítima estava saindo da casa da mãe e seguindo para sua residência quando foi atingida por um veículo e depois alvo de diversos disparos - FOTO: Foto: Leopoldo Monteiro/TV Jornal
Leitura:

Um crime assustou quem passava pela Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, em Boa Viagem, Zona do Sul do Recife, na noite desta quarta-feira (28). Um homem foi atropelado e depois alvejado por vários tiros que teriam atingido costas e cabeça. A vítima seria o porteiro Sérgio Francisco dos Santos, 40 anos. Ele que saía da casa da mãe e estava saindo em direção à sua residência, que fica três casas depois, quando foi assassinado.

A Polícia Militar foi acionada e isolou a área do crime. Câmeras de segurança podem ajudar a Polícia Civil na investigação para identificar os autores dos disparos. O Instituto de Criminalística também foi avisado e seguiu para o local do assassinato, que fica nas proximidades do Colégio Boa Viagem.

A família está abalada e disse que a vítima era uma pessoa querida na comunidade e que não saberia informar uma motivação para o crime.

Insegurança

Há pouco mais de um mês outro crime foi registrado nas proximidades do Colégio Boa Viagem. No dia 16 de maio um homem foi morto na Rua Dr. Pedro de Melo Cahú, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Segundo informações do 19º Batalhão de Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 19h, em frente à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, na via que fica por trás do Colégio Boa Viagem. A vítima foi identificada como Williton Tavares dos Santos, 31 anos. Ele era flanelinha e foi assassinado a tiros.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias