Lagoa dos Gatos

''Colocaram a arma na boca do padre'', diz sacerdote sobre assalto no Agreste

Além de colocarem a arma na boca e no ouvido do padre, suspeitos ainda deram tapas nele

JC Online
JC Online
Publicado em 09/08/2017 às 10:57
Foto: TV Jornal/reprodução
Além de colocarem a arma na boca e no ouvido do padre, suspeitos ainda deram tapas nele - FOTO: Foto: TV Jornal/reprodução
Leitura:

Após o assalto na casa paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Lagoa dos Gatos, no agreste do Estado, o sacerdote Sidney Figueiredo, uma das vítimas, descreveu os detalhes do caso em entrevista à TV Jornal.

"Levaram o dinheiro que o padre tinha, deram uns tapas, colocaram o revólver na boca e no ouvido dele, acho que para ver se ele tava escondendo mais alguma coisa", relatou.

No local, além do sacerdote e do padre Eronildo ainda estavam presentes três seminaristas. Todos foram levados para o andar de cima da casa, onde os suspeitos pegaram notebook, celulares e uma quantia em dinheiro, segundo Sidney. O valor seria usada para uma obra da igreja.

Escondidos, o sacerdote e um seminarista entraram em contato pelo Whatsapp com fiéis, que chamaram a Polícia, mas os supeitos conseguiram fugir após roubarem um veículo, encontrado posteriormente na Zona Rural do município.

Vídeo

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias