BOA VIAGEM

Presos em tiroteio são integrantes de quadrilha de assalto a banco, diz polícia

Dois dos quatro suspeitos foram presos quando se preparavam para assaltar uma agência bancária no bairro de Boa Viagem nessa segunda-feira (28)

JC Online
JC Online
Publicado em 29/08/2017 às 15:22
Foto: Divulgação/DPRF
Dois dos quatro suspeitos foram presos quando se preparavam para assaltar uma agência bancária no bairro de Boa Viagem nessa segunda-feira (28) - FOTO: Foto: Divulgação/DPRF
Leitura:

Dois assaltantes do Rio Grande do Norte foram presos pouco antes de tentar assaltar uma agência bancária no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, na tarde dessa segunda-feira (28). Os suspeitos estão envolvidos com a quadrilha de Paulo Donizete Siqueira de Souza, especializada em assaltos a banco, foram presos pelos agentes da Delegacia de Polícia de Roubos e Furtos (DPRF) durante tiroteio. Sérgio Oliveira Dourado, 22 anos, e Edgar Bezerra, 28, foram interceptados pela Polícia Civil antes que pudessem cometer mais um assalto a banco. Outros dois suspeitos que estavam com a quadrilha fugiram, conforme divulgação da polícia nesta terça-feira (29).

Os envolvidos com a organização criminosa já estavam sendo investigados e monitorados pela DPRF. Os acusados atiraram nos policiais iniciando um confronto que terminou na prisão de Sergio e Edgar. Na ação foram apreendidos dois veículos: um Corolla que estava sendo utilizado pela quadrilha no momento da abordagem, e um Cruze localizado na casa de Sérgio Dourado.

Também foram encontrados, na residência do suspeito dois carregadores, uma pistola .380, cocaína, além de joias e relógios que a polícia acredita serem provenientes de roubo.

Entre os maiores assaltantes de banco do país

Paulo Donizete Siqueira de Souza, de 52 anos, é considerado um dos maiores assaltantes de banco do país. Ele foi preso em fevereiro deste ano, também em ação realizada no bairro de Boa Viagem. Segundo as investigações o participante da quadrilha de Donizete, Sérgio Dourado, é apontado como ponto de apoio da organização em todo o estado de Pernambuco. Ele é um dos chefes da torcida organizada Inferno Coral e responde por homicídio, ocorrido em 2013.

Edgar e Sérgio foram indiciados por roubo qualificado e associação criminosa e serão apresentados, na tarde desta terça-feira (29), em audiência de custódia. A polícia continua realizando diligências na tentativa de capturar os outros dois envolvidos. Eles já foram identificados, mas não terão a identidade revelada para não atrapalhar as investigações, que permanecem sob responsabilidade do delegado João Gustavo Godoy.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias