INSEGURANÇA

O medo de quem mora na rua dos assaltos na Iputinga

Na semana passada, quatro casas foram alvo de ladrões na rua Pereira Coutinho Filho.

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 20/09/2017 às 7:47
Luiz Pessoa / JC Imagem
Na semana passada, quatro casas foram alvo de ladrões na rua Pereira Coutinho Filho. - FOTO: Luiz Pessoa / JC Imagem
Leitura:

Na placa está o nome Pereira Coutinho Filho, mas a rua na Iputinga está sendo conhecida como a “rua dos assaltos”. A fama não é a toa. Apenas na semana passada, quatro casas foram alvo dos ladrões. Sempre em ações ousadas ou violentas. Na segunda-feira (11) a vítima foi a jornalista Elana Reitler, de 47 anos, que teve a casa arrombada por volta das 16h.

“Os ladrões simplesmente arrombaram a grade da janela da cozinha e entraram no apartamento. Eles roubaram uma série de coisas e deixaram um prejuízo financeiro de quase cinco mil reais. Mas o prejuízo maior é o psicológico com o mede que nos persegue a todo instante”, afirmou Elana.

VIZINHOS

No prédio quase ao lado, a vendedora Ana Cláudia Souza da Silva relata que a vizinha foi abordada quando chegava em casa. “Dois bandidos armados a surpreenderam e a levaram para o apartamento. Roubaram coisas, dinheiro e ainda tentaram estuprá-la. A sorte é que ela gritou, reagiu e conseguiu fugir de casa”, contou Ana.

A própria Ana Cláudia também já foi vítima dos ladrões na porta de casa. Não por acaso se multiplicam na rua Pereira Coutinho Filho os aúncios de venda e aluguel na frente dos imóveis. “Levaram minha aliança, o notebook, o celular do meu marido. Todo dia a gente tem um relato diferente aqui”, finalizou Ana, indignada.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias