ASSEMBLEIA DE DEUS

Durante culto, jovem se converte e confessa assassinatos em Carpina

O jovem confessou ter praticado quatro homicídios e ter cometido duas tentativas de homicídio em Carpina

JC Online
JC Online
Publicado em 03/11/2017 às 8:38
Foto: Reprodução/Google Street View
O jovem confessou ter praticado quatro homicídios e ter cometido duas tentativas de homicídio em Carpina - FOTO: Foto: Reprodução/Google Street View
Leitura:

Um caso surpreendente chamou a atenção da população no município de Carpina, na Zona da Mata Norte do estado, na noite dessa quinta-feira (2). Um jovem de 18 anos confessou ter cometido vários homicídios durante um culto, na Assembleia de Deus, e se entregou à polícia após mostrar arrependimento dos crimes e se converter.

O rapaz afirmou ter assassinado quatro pessoas, além de participar de outras duas tentativas de homicídio, a mando de um traficante em Carpina conhecido como Bola. Os crimes também aconteceram na cidade de Tracunhaém, na Mata Norte. Ele também admitiu que teria um revólver guardado em casa, e que estava prestes a matar a própria companheira, mas não revelou o motivo de sua pretensão. Ele foi acolhido pelos fiéis e participou de orações.

Após ouvir a palavra de Deus, o jovem pediu que os fiéis acionassem a Polícia Militar (PM), pois desejava se entregar. Quando o efetivo chegou, ele foi encaminhado para a Delegacia de Nazaré da Mata, também na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Investigações

Em depoimento, o recém evangélico prometeu que contribuiria com as investigações da polícia com todas as informações que continha sobre o mundo do crime. Para o Major Fábio Batista, subcomandante do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM), "a fé do jovem ajudou a resgatar a sua própria vida". Uma audiência de custódia deverá definir o destino dele.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias