LITORAL SUL

Professor é encontrado morto em Sirinhaém

Ainda não se sabe a motivação do crime. O caso vai ficar a cargo da Delegacia de Sirinhaém

JC Online
JC Online
Publicado em 03/11/2017 às 16:24
Foto: Reprodução/Google Maps
Ainda não se sabe a motivação do crime. O caso vai ficar a cargo da Delegacia de Sirinhaém - FOTO: Foto: Reprodução/Google Maps
Leitura:

Um professor de português foi encontrado morto no Engenho Água Fria, município de Sirinhaém, Litoral Sul de Pernambuco, na manhã desta sexta-feira (3). De acordo com a Polícia Civil, as investigações sobre o homicídio de Gilmar Humberto dos Santos, de 29 anos, já iniciaram.

Antes de ser assassinado, o professor abasteceu o carro, uma Ford Fiesta branco, em um posto de gasolina alguns quilômetros distante de onde foi achado. Uma funcionária do Posto Roque, localizado na rodovia PE 60, km 42,5, que preferiu não se identificar, afirmou que Gilmar chegou por volta das 20h50 dessa quinta-feira (2) e abasteceu o carro com etanol. O pagamento foi feito no cartão.

Estava sozinho

"Pelo que deu para perceber, ele estava sozinho dentro do carro, mas não tenho certeza porque estava escuro", disse a frentista. "Ele ainda saiu do carro para passar o cartão na máquina. Não parecia bêbado nem assustado. Se estivesse sendo ameaçado, acho que ele falaria alguma coisa ou faria algum sinal. Depois que ele saiu, não prestei atenção para qual lado foi". A funcionária do posto afirmou que prestou depoimento para a polícia, que já esteve no local e periciou o carro de Gilmar.

O corpo foi encontrado dentro do carro após a Polícia Militar ser acionada. Em nota, a corporação informou que, segundo populares, quatro homens haviam abandonado o veículo no Engenho Água Fria e fugido em seguida.

O Instituto de Medicina Legal (IML) removeu o corpo do professor. Familiares e amigos de Gilmar foram até o local, na área central do Recife, mas não quiseram falar com a imprensa. O caso vai ser investigado pela delegacia de Sirinhaém.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias