ASSALTO

Agência da Caixa Econômica Federal é alvo de bandidos, em Sertânia

Homens fortemente armados usaram explosivos na ação criminosa

JC Online
JC Online
Publicado em 23/11/2017 às 5:01
Foto: Cortesia
FOTO: Foto: Cortesia
Leitura:

Uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) foi alvo de uma ação de bandidos na madrugada desta quinta-feira (23) em Sertânia, no Sertão do Estado. O crime aconteceu por volta das 2h30, na agência localizada na Rua Agamenon Magalhães, no centro do município. De acordo com informações do 3º Batalhão de Polícia Militar, cerca de 15 homens participaram da ação criminosa.

Crime

O grupo usou explosivos para ter acesso ao banco. Por causa disso, a agência ficou parcialmente destruída. Ainda não se sabe a quantia roubada. Testemunhas afirmam ter ouvido muitos tiros durante o assalto. Um carro teria sido abandonado a cerca de 100 metros da agência. Ainda não se sabe o que tem dentro do veículo ou se ele tem, de fato, alguma ligação com os bandidos. A explosão foi tão forte que um pequeno mercado vizinho à agência também foi atingido e ficou destruído.

Foto: Cortesia
Agência da CEF é alvo de bandidos em Sertânia - Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Mercado vizinho à agência da CEF também ficou destruído na explosão - Foto: Cortesia

A Polícia acredita que os criminosos devem ter fugido em direção ao Estado da Paraíba. De acordo com o 3º BPM, caminhoneiros telefonaram alertando para a quantidade de grampos deixados nas estradas que dão acesso ao município. Normalmente, este grampos são colocados nas rodovias para dificultar uma perseguição policial.

Outro caso

Não é a primeira vez nesta semana que um banco é alvo de criminosos no Sertão. Na madrugada da última terça-feira (21), um posto do Bradesco foi explodido na cidade de Moreilândia. Na ação, os homens fizeram reféns dois funcionários de uma funerária e liberaram após roubar o dinheiro de um caixa eletrônico que havia sido abastecido dois dias antes. Antes de fugir, o grupo tentou invadir o fórum municipal e efetuaram vários disparos para assustar moradores. No intuito de evitar perseguição policial, grampos foram colocados nas vias de acesso. Até o momento, ninguém foi preso.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias