Tráfico

Duas mulheres são presas por tráfico de droga no Aeroporto do Recife

Uma brasileira e uma portuguesa foram presas; quantidade de haxixe foi a maior apreendida no aeroporto em 10 anos

Lucas Vaz
Lucas Vaz
Publicado em 13/12/2017 às 11:18
Foto: Divulgação/Polícia Federal
Uma brasileira e uma portuguesa foram presas; quantidade de haxixe foi a maior apreendida no aeroporto em 10 anos - Foto: Divulgação/Polícia Federal
Leitura:

Depois do passageiro preso com 2,7 kg de cocaína no Aeroporto dos Guararapes, a Polícia Federal prendeu na madrugada desta quarta-feira (13), duas mulheres suspeitas de tráfico internacional de drogas.

As garçonetes Eliane Aparecida do Prado, de 28 anos, e a portuguesa Marta Sofia Tomás Eusébio, de 35 anos, foram presas em posse de 11,4 kg de haxixe, droga produzida a partir da resina da maconha. 

A droga foi encontrada após uma revista aleatória de bagagens, através do aparelho de Raio-X. Ao serem interrogadas, as suspeitas se contradisseram em vários questões. Os policiais revistaram então as bagagens das garçonetes, onde encontraram a droga.

As duas mulheres foram autuadas em flagrante por tráfico internacional de entorpecentes e, se condenadas, podem pegar penas que variam entre 5 e 20 anos de reclusão. Ambas tiveram a prisão preventiva decretada em audiência de custódia.

Em seus interrogatórios, Eliane e Marta informaram que são amigas e que receberam a proposta de um traficante no Brasil para transportar o haxixe de Portugal para o Brasil. A polícia informou ainda que elas receberiam a quantia de R$ 20 mil reais cada uma quando entregassem a droga na cidade do Rio de Janeiro. 

Estatísticas

De acordo com a polícia Federal, em dez anos, essa foi a maior quantidade de haxixe apreendido no Aeroporto do Recife.

Em 2017, foram realizadas 17 apreensões no aeroporto. Ao todo, foram apreendidos 45,9 kg de cocaína, 43 kg de skunk, 22,8 kg de haxixe, 10,4 kg de metanfetamina e 30 kg de maconha. Até agora, foram realizadas 22 prisões.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias