Agreste

Mulher é esfaqueada dentro de terreiro de candomblé em Limoeiro

Crime aconteceu neste domingo, enquanto a mulher bebia no terreiro. Suspeito está desaparecido

Gabriel Dias
Gabriel Dias
Publicado em 15/01/2018 às 8:49
Foto: Reprodução
Crime aconteceu neste domingo, enquanto a mulher bebia no terreiro. Suspeito está desaparecido - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Uma mulher foi esfaqueada dentro de um terreiro de candomblé na cidade de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, um homem desferiu um golpe no peito esquerdo da vítima.

O crime aconteceu nesse domingo (14) na Rua da Paz, no bairro do Redentor, no centro da cidade. A PM foi acionada pelo hospital regional que informou sobre uma mulher que havia dado entrada na unidade de saúde com um ferimento no peito.

De acordo com a PM, Maria de Fátima Silva Vieira, de 52 anos, bebia com amigos durante uma festa de um pai de santo, no Xangô do Gordo, quando um homem, identificado como Edson José da Silva, 38, entrou no local e foi diretamente ao encontro da vítima desferindo uma facada em seu peito. A vítima relatou à polícia que não sabia o motivo do ataque. O rapaz aparentava estar embriagado ou sob efeito de entorpecentes.

Investigação

A reportagem do JC conversou com a delegada Maria Betânia de Freitas Tavares que investiga o caso. Segundo a delegada, a mulher foi ouvida na tarde desta segunda-feira (15); durante depoimento a vítima informou que nunca houve nenhum desentendimento entre os dois e que o conhecia apenas de vista por serem moradores do mesmo bairro.

Viaturas da polícia foram encaminhadas para a casa do suspeito, que ao perceber que estava sendo cercado, pulou o muro e conseguiu fugir. Até o momento não há notícias do paradeiro dele. 

A delegada conta que a vítima foi encaminhada para o Hospital de Limoeiro onde recebeu os devidos cuidados e teve alta na noite do domingo (15).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias