VINGANÇA OU ENGANO

Homem é morto a tiros quando ia visitar a família em Santo Amaro

A vítima trabalhava como atendente em um restaurante chinês e, segundo familiares, não tinha rixas ou desentendimentos

JC Online
JC Online
Publicado em 22/01/2018 às 23:44
Foto: Guga Matos/JC Imagem
A vítima trabalhava como atendente em um restaurante chinês e, segundo familiares, não tinha rixas ou desentendimentos - FOTO: Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

A noite desta segunda-feira terminou com um homem morto a tiros, disparados na Rua da Fundição, bairro de Santo Amaro, Centro do Recife. De acordo com familiares, André Freire Soares, de 32 anos, estava indo visitar a família quando foi surpreendido pelos disparos.

A esposa da vítima, que não quis se identificar, contou que, por volta das 19h, recebeu um telefonema do marido. "Ele me ligou, acho que pra dizer que estava chegando. Eu não consegui atender, aí, quando fui retornar, ouvi os tiros. Fui pra janela e vi a bicicleta dele na calçada", conta, a mulher de 23 anos, muito emocionada, com a filha do casal, de nove meses, no colo.

André foi ajudar a esposa e a cunhada a procurarem a mãe delas, que está desaparecida desde a manhã desta segunda. Ele deu voltas no quarteirão com a bicicleta a fim de encontrar a sogra, mas sem sucesso. Quando estava dando mais uma volta, ligou para a esposa e acabou surpreendido pelos disparos. 

De acordo com a delegada Gleide Ângelo, um carro, ainda sem identificação de marca ou modelo, parou na rua e as pessoas que estavam dentro (também sem informação de quantas) provavelmente não saíram do veículo para efetuar os disparos. A investigadora afirmou que as câmeras próximas ao local do crime vão ajudar a elucidar a ação. 

Segundo o perito Adilson Oliveira, que foi ao local do crime, André ainda tentou fugir dos bandidos, largando a bicicleta em frente à casa da cunhada. No entanto, foi pego pelos criminosos. A vítima foi alvejada com três tiros, mas apresentava cinco ferimentos. Ele levou um disparo na cabeça, um no peito (que transpassou o corpo) e um próximo ao quadril direito, que atingiu a bexiga e saiu do outro lado. 

Vingança ou engano

A viúva disse que não viu a ação dos suspeitos, mas desconfia que o crime pode ter sido motivado por vingança ou engano. "O irmão dele, que é muito parecido com ele e tem quase a mesma idade, um ano mais velho, acho, acabou de sair da prisão. Ele estava preso por tentativa de homicídio. Eu acho que pode ter sido vingança da família da pessoa que o irmão dele tentou matar ou então os bandidos confundiram o meu marido com o meu cunhado", contou a mulher. "Ele era uma pessoa ótima, não tinha rixa com ninguém. Era honesto, trabalhador. Eu estou sofrendo muito", falou a mulher. André trabalhava como atendente em um restaurante chinês, no bairro da Boa Vista. 

A delegada Gleide Ângelo disse, no entanto, que a família da vítima contou que André já foi preso por tráfico de drogas há muitos anos. A investigadora ainda vai confirmar essa informação. A investigadora contou também que André havia dito para a mãe, na semana passada, que ele seria morto a qualquer momento, o que pode significar que a vítima estava sofrendo ameaças.

Por enquanto, a polícia não informou quantos suspeitos teriam participado da ação. O corpo foi encaminhado ao Instituto Legal de Medicina (IML), também localizado no bairro de Santo Amaro. 

Últimas notícias