PRISÕES

Quarteto é preso por receptação de veículo e suborno em Camaragibe

Para não ser preso, um dos suspeitos ofereceu R$ 4 mil a um policial na Delegacia de Camaragibe. Os quatro também foram autuados por tráfico de drogas

Julia Aguilera
Julia Aguilera
Publicado em 26/02/2018 às 13:25
Foto: Cortesia/Polícia Civil
Para não ser preso, um dos suspeitos ofereceu R$ 4 mil a um policial na Delegacia de Camaragibe. Os quatro também foram autuados por tráfico de drogas - FOTO: Foto: Cortesia/Polícia Civil
Leitura:

Quatro pessoas foram presas em flagrante na Delegacia de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, por tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção ativa, porte ilegal de arma e receptação de veículo. Valdez Antônio e Silva, 30 anos, André Luiz Costa, 28 anos, Bárbara Dias da Silva, 18 anos, e Lathoa Elaliane Barbosa Silvino, 30 anos, tentaram subornar um policial para que um deles fosse liberado por porte de arma.

As prisões começaram após Valdez Antônio comparecer à Delegacia de Camaragibe para prestar queixa como vítima de uma tentativa de homicídio. Enquanto aguardava para ser atendido, um policial reconheceu o homem, que já tinha passagem pela polícia, e lembrou do seu perfil perigoso e sua forma de atuação no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife. Desconfiando que ele não estaria desarmado, o policial foi conversou com Valdez, que negou estar portando alguma arma. Ao identificar o veículo que ele havia usado para ir até o local, os policiais encontraram uma pistola .40, de uso exclusivo da polícia.

No carro, que havia sido roubado e adulterado, estava André Luiz Costa. Temendo ser preso, Valdez tentou subornar o policial com cerca de R$ 6 mil, que seria levado para a delegacia por sua companheira.

Pouco tempo depois, sua companheira, Bárbara Dias, e uma outra mulher, identificada como Lathoa Elaliane, chegaram ao local com R$ 4 mil. De acordo com a Polícia Civil, Lathoa foi quem teria levantado essa quantia e seria esposa de um traficante que já está preso. Durante a prisão, a polícia foi até a residência de Lathoa, no bairro da Várzea, onde foram encontrados 1,200 kg de crack e um revólver calibre 38.

Valdez Antônio foi preso por porte de arma e André Luiz por receptação de veículo. Os dois foram encaminhados ao Cotel. Lathoa, Bárbara e os dois homens foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção ativa. As duas mulheres estão em prisão domiciliar com tornozeleiras eletrônicas por terem filhos pequenos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias