Estupro

Mãe é indiciada por ser conivente com abuso da filha no Sertão

De acordo com a PM, a mãe da criança de 11 anos induzia a menina a pegar dinheiro e presentes com o ex-vereador suspeito

Jennifer Thalis
Jennifer Thalis
Publicado em 25/04/2018 às 21:24
Foto: Reprodução
De acordo com a PM, a mãe da criança de 11 anos induzia a menina a pegar dinheiro e presentes com o ex-vereador suspeito - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Uma mãe foi indiciada após ser conivente com diversos abusos sexuais que foram praticados contra sua filha, uma menina de 11 anos e com histórico de problemas mentais, na cidade de Santa Tereza, no Sertão do Estado. De acordo com a Polícia Militar, a criança era abusada por um  ex-vereador da cidade.

Segundo a Polícia Civil, durante a investigação foi constatado que a mãe da criança induzia a menina a pegar dinheiro e presentes com o ex-vereador José Adone Batista de Brito. A mãe facilitava o encontro entre o abusador e a criança. A denúncia de abuso foi formalizada pelo Conselho Tutelar da cidade.

Segundo a polícia, a genitora pode ser condenada a uma pena de quatro a dez anos por facilitar a exploração sexual de vulnerável. Pelo fato da mulher ser mãe da vítima, a pena pode ser a pena aumentada em até metade do tempo.

Prisão

O ex-vereador José Adone foi preso suspeito de estupro de vulnerável, no dia 12 de abril,  e encaminhado à Cadeia Pública de São José do Egito, também no Sertão. 

De acordo com a PM, o crime teria ocorrido diversas vezes no consultório do homem, que também era protético. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias