VIOLÊNCIA

Auxiliar de pedreiro é morto a tiros por engano em Dois Unidos

Segundo a Polícia Civil, o jovem teria sido confundido com o irmão quando foi alvejado pelos criminosos

JC Online
JC Online
Publicado em 02/05/2018 às 8:38
Foto: Reprodução
Segundo a Polícia Civil, o jovem teria sido confundido com o irmão quando foi alvejado pelos criminosos - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Um homem foi morto a tiros enquanto trabalhava no Alto do Rosário, em Dois Unidos, zona norte do Recife. Segundo a Polícia Civil, o auxiliar de pedreiro Emerson da Silva Tavares de Souza, de 22 anos, estava em uma obra na Rua Vertentes do Lério na noite dessa terça-feira (1°), quando três homens a pé se aproximaram e dispararam contra a vítima, que morreu na hora.

De acordo com a delegada do caso, Vilaneida Aguiar, os suspeitos teriam confundido Emerson da Silva com o irmão dele. Ela acredita que a vítima foi morta por engano.

Emerson aparece em um vídeo trabalhando na obra no mesmo dia do crime. Ele vestia uma camisa vermelha. Segundo familiares, a vítima tinha problemas psicológicos mas, mesmo assim, não parava de trabalhar. Confira o vídeo:

Tentativa de fuga e investigação

Ainda segundo a polícia, os criminosos tentaram assaltar o carro de um policial. O agente reagiu e atirou contra os suspeitos. Um deles, identificado por Sílvio Romero Pereira Spinelli Sobrinho, de 20 anos, foi atingido de raspão na cabeça durante a troca de tiros e foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Descoberta, na zona norte do Recife, mas foi transferido para o Hospital da Restauração (HR). Segundo a delegada, há uma gravação onde o suspeito ferido relata que foi atingido pelo disparo do comparsa.

A Polícia Civil está investigando a motivação do crime e trabalhando na identificação dos outros suspeitos que conseguiram fugir. Câmeras de segurança de residências próximas ao local do crime podem ajudar nas buscas da polícia.

Últimas notícias