VILA SÃO MIGUEL

Quadrilha que comandava tráfico em Afogados é desarticulada

Imagens aéreas registraram o momento em que dois adolescentes foram apreendidos. Outros oito adultos que também participavam da quadrilha foram presos

JC Online
JC Online
Publicado em 25/07/2018 às 13:28
Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Imagens aéreas registraram o momento em que dois adolescentes foram apreendidos. Outros oito adultos que também participavam da quadrilha foram presos - FOTO: Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Leitura:

Uma organização criminosa especializada em tráfico de drogas, que atuava na Vila São Miguel, em Afogados, na Zona Oeste do Recife, foi desarticulada na Operação Arcanjo, que durou aproximadamente 10 meses. O balanço da ação foi apresentado nesta quarta-feira (25), pela Polícia Civil.

Durante a Operação, foram presos oito adultos e apreendidos dois adolescentes. De acordo com o delegado Igor Leite, os integrantes da quadrilha também tinham envolvimento com homicídios. “Era um grupo realmente especializado no tráfico de drogas e em virtude do tráfico também praticavam homicídios. Dois homicídios são atribuídos a esse grupo, além de uma tentativa”, comenta.

Ainda segundo o delegado, todos os presos e apreendidos são integrantes da mesma organização e tinham atribuições definidas. “Alguns indivíduos recebiam os entorpecentes e faziam a distribuição, outro era responsável pela venda em um conjunto habitacional, outros praticavam violência com o uso de arma de arma de fogo para intimidar rivais e devedores”, esclarece.

Ao longo da Operação foram apreendidos 667 big bigs de maconha, meio quilo de maconha prensada, 467 pedras de crack, dois revólveres calibre .38 e uma pistola calibre .380 com munições, uma balança de precisão e material para embalar as drogas.

Imagens da apreensão

Os dois adolescentes, um rapaz e uma menina, ambos de 16 anos, foram apreendidos durante um cerco realizado pelos policiais. Com eles foi encontrada uma mochila repleta de drogas, que ainda seriam entregues na Vila São Miguel, onde a organização atuava. De acordo com a polícia, os dois menores eram responsáveis por receber a droga, possivelmente vinda de outro estado, e realizar a distribuição para o grupo.

Imagens aéreas da apreensão dos adolescentes foram disponibilizadas pelo delegado. Na filmagem é possível ver o momento em que os policiais realizam um cerco no imóvel onde os dois estavam. Logo em seguida, os menores são retirados do local algemados.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias