Agreste

Meninas são dopadas por vizinha para mãe ir a festa em Bezerros

As crianças foram socorridas para o hospital na madrugada desta quarta-feira (8), com sintomas de tontura e vômito.

JC Online
JC Online
Publicado em 08/08/2018 às 8:08
Foto: Reprodução/Google Street View
As crianças foram socorridas para o hospital na madrugada desta quarta-feira (8), com sintomas de tontura e vômito. - FOTO: Foto: Reprodução/Google Street View
Leitura:

Duas meninas, de 6 e 9 anos, foram socorridas às pressas na madrugada desta quarta-feira (8), em Bezerros, no Agreste de Pernambuco, após receberem uma dose de um remédio controlado para dormir. Segundo as informações da delegada Margarete Galdino, responsável pela investigação, a mulher, 27, permitiu que as filhas fossem medicadas por uma vizinha para ir a uma balada. Ela foi levada para a Delegacia de Bezerros, onde foi indiciada por tentativa de homicídio. A vizinha também será autuada.  

Após voltar da festa, a mãe encontrou as filhas passando mal, com tontura e vômitos, na casa da vizinha e chamou a sua própria mãe. Elas foram para o hospital da cidade e após a realização dos exames, o hospital acionou a polícia. “O médico, em depoimento, afirmou que se não tivesse uma intervenção rápida do hospital, elas viriam a óbito”, informou a delegada.  

“Ela disse que foi a vizinha, mas eu perguntei se foi com a autorização dela e ela disse que sim. A vizinha disse que era bom, pois elas iriam dormir à noite toda”, repetiu a delegada, sobre o depoimento da mãe das crianças. A mulher se apresentou a delegacia, com um advogado, para prestar esclarecimentos. Ela foi liberada logo depois, mas a delegada informou que após o relatório, também será indiciada por tentativa de homicídio.  

Conselho tutelar

As crianças receberam alta e estão na casa da avó materna. Elas serão supervisionadas pelo conselho tutelar.   

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias