ABANDONO

Polícia investiga maus tratos a quatro crianças em Jaboatão

Quatro crianças, com idades entre 1 e 8 anos, estavam sozinhas em casa, sem comer há três dias e sujas de fezes

JC Online
JC Online
Publicado em 04/10/2018 às 14:49
Foto: Divulgação / Conselho Tutelar de Jaboatão dos Guararapes
Quatro crianças, com idades entre 1 e 8 anos, estavam sozinhas em casa, sem comer há três dias e sujas de fezes - FOTO: Foto: Divulgação / Conselho Tutelar de Jaboatão dos Guararapes
Leitura:

O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) está investigando o abandono de quatro crianças, de idades entre 1 e 8 anos, no bairro de Dom Helder, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. As crianças foram encontradas por agentes do Conselho Tutelar do município na manhã desta quinta-feira (4). Os pais delas poderão responder por abandono de incapaz e maus tratos. Eles compareceram na tarde desta quinta à sede da DPCA, para esclarecimentos. Não foram presos em flagrante por terem se apresentado espontaneamente.

Uma das crianças, a mais velha, vai passar por perícia. Havia um hematoma localizado na virilha do menino. A polícia vai investigar se esse ferimento é em decorrência de alguma agressão sofrida.

Os conselheiros tutelares encontraram as crianças trancadas sozinhas em casa. Todas estavam sujas, algumas delas sem roupa. Havia fezes espalhadas pelo chão do imóvel e testemunhas afirmaram que o mau cheiro era grande. Segundo constatado pelos agentes, as crianças estavam há pelo menos três dias sem comer.

Reincidência

De acordo com a delegada Vilaneida Aguiar, à frente do caso, essas mesmas crianças já haviam sido flagradas em condições precárias no mês de janeiro deste ano. Na ocasião, todas estavam sujas e subnutridas. Elas foram abrigadas no Lar de Maria, também em Jaboatão, mas depois foram devolvidas à mãe, que informou a polícia que levaria todas para Moreno, no Grande Recife, onde ela viveria com um companheiro.

Na manhã desta quinta-feira (4), as crianças foram encontradas novamente subnutridas. Elas serão levadas para um abrigo ainda hoje. O Juizado da Infância e Juventude será notificado sobre a situação das crianças.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias