DESPEDIDA

Filho morto por sargento da PM é sepultado no Recife

O jovem de 24 anos foi baleado durante uma briga na casa da família, nesse domingo (2)

JC Online
JC Online
Publicado em 03/12/2018 às 17:23
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
FOTO: Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

O jovem de 24 anos que morreu após ser baleado pelo pai, um sargento da Polícia Militar que estava afastado, foi sepultado no Recife, na tarde desta segunda-feira (3). O enterro ocorreu por volta das 16h, sob forte comoção, no Cemitério de Santo Amaro, na área central da cidade.

O suspeito do crime, que ocorreu durante uma discussão na casa da família, nesse domingo (2), teve a prisão preventiva decretada.

Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Lutou pela mãe

O caixão de Diego Lima Carvalho estava coberto por uma bandeira do Sport, time pelo qual torcia. A foto dele estampava camisas de parentes e amigos, em uma última homenagem.

Em um discurso momentos antes do sepultamento, um dos presentes afirmou que Diego morreu lutando pela mãe. "Um cara diferenciado. Um cara que lutou para tirar a mãe da opressão e por conta disso ele pagou", afirmou.

O crime

Um sargento da Polícia Militar (PM), que estava afastado da corporação e fazia tratamento contra alcoolismo há cerca de um mês, atirou contra os dois filhos na manhã desse domingo (2), no Cordeiro, Zona Oeste do Recife, após uma discussão familiar. De acordo com a Polícia Civil, os filhos tentavam impedir uma briga entre os pais, quando Moisés de Lima Carvalho efetuou os disparos.

Segundo familiares, o militar é alcoólatra e tem histórico de comportamento violento, repetindo as agressões contra a esposa diariamente. Por isso, os filhos estariam insatisfeitos e teriam decidido que o pai já não moraria na mesma casa que a mãe deles. Ainda de acordo com a família, um dos filhos estaria tirando os pertences do pai da casa, quando teve início a confusão, que terminou com os tiros.

O PM foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), também no Cordeiro, e autuado em flagrante por tentativa de homicídio.

Em relato à polícia, o sargento disse que "não tinha intenção" de atirar nos filhos e que disparou "só para assustá-los".

Prisão preventiva

Moisés de Lima teve o flagrante convertido em prisão preventiva. Ele passou por audiência de custódia no fim da manhã desta segunda-feira (3), no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, área central da cidade.

Com a decisão da Justiça, o sargento seguirá para o Centro de Reeducação da Polícia Militar de Pernambuco (Creed), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Últimas notícias