APREENSÃO

Mulher é presa nos Guararapes tentando levar 2,6 kg de cocaína para Alemanha

Além da droga também foram apreendidos cerca de 1000 euros em cédulas, documentos, um celular, cartões de embarque e passagens aéreas

JC Online
JC Online
Publicado em 02/07/2019 às 10:14
Notícia
Foto: Divulgação/PF
Além da droga também foram apreendidos cerca de 1000 euros em cédulas, documentos, um celular, cartões de embarque e passagens aéreas - FOTO: Foto: Divulgação/PF
Leitura:

A Polícia Federal apreendeu 2,6 quilos de cocaína, no Aeroporto Internacional dos Guararapes, na Zona Sul do Recife. A droga foi encontrada na mala de uma mulher que viajaria para a cidade de Frankfurt, na Alemanha. A apreensão aconteceu na última quarta-feira (26), mas os detalhes só foram divulgados nesta terça-feira (2).

As drogas foram encontradas durante uma fiscalização de rotina que buscava reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes. Algumas bagagens foram selecionadas para a vistoria no aparelho de raio-x, entre elas, a da mulher, na qual foram detectados dois tabletes com conteúdo orgânico em um fundo falso.

Além da droga também foram apreendidos cerca de 1000 euros em cédulas, documentos, um celular, cartões de embarque e passagens aéreas.

Flagrante

A suspeita foi presa em flagrante e levada para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, área central do Recife, onde foi autuada pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes. Se condenada, ela poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.

Durante o interrogatório a mulher disse queafirmaram que foi aliciada por uma pessoa em Salvador, na Bahia, onde mora, para que pudesse vir ao Recife e esperar o recebimento da droga em um hotel no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Ela afirmou ainda que ganharia R$ 7 mil quando entregasse a mala com a cocaína na Alemanha. Para justificar sua ação, a suspeito falou que foi motivada por situação financeira difícil.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias