INQUÉRITO

Polícia indicia por homicídio doloso homem que atropelou estudante na Boa Vista

O inquérito foi concluído nessa quarta-feira (4)

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 05/09/2019 às 15:52
Notícia
Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
O inquérito foi concluído nessa quarta-feira (4) - FOTO: Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
Leitura:

Nessa quarta-feira (4), a Polícia Civil concluiu o inquérito do caso do atropelamento de uma estudante na Avenida Conde da Boa Vista no dia 16 de agosto e decidiu indiciar o motociclista por homicídio doloso (quando há intenção em matar). O inquérito foi presidido pelo delegado Paulo Jeann e será remetido ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que poderá acatar ou não a decisão da polícia.

Segundo a corporação, dentre as diligências realizadas para a conclusão do inquérito, foi utilizado o resultado da perícia da velocidade no local e do exame do Instituto de Medicina Legal (IML), além das oitivas das testemunhas.

A 7ª Vara Criminal da Comarca de Recife acatou o pedido de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motociclista, mas negou o pedido de prisão preventiva.

Relembre o caso

Alessandra Tamyris Tristão Santos, de 23 anos, morreu após ser atropelada por uma motocicleta enquanto andava na calçada da Avenida Conde da Boa Vista, área central do Recife, no dia 16 de agosto de 2019. A estudante de odontologia ainda chegou a ser socorrida para o Hospital da Restauração, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O condutor da motocicleta foi identificado como Marcos André Borges Ferreira, de 51 anos. De acordo com a Polícia Civil, o homem confessou o crime. Ele se apresentou à polícia no dia 20 de agosto. Como o prazo de flagrante já havia terminado, Marcos foi ouvido e liberado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias