agreste

Mulher morre após assalto à agência dos Correios em Bom Conselho

Houve intensa troca de tiros entre os assaltantes e a polícia militar

Mariana Araújo
Mariana Araújo
Publicado em 02/10/2013 às 13:09
Foto: blog O Argonauta
Houve intensa troca de tiros entre os assaltantes e a polícia militar - FOTO: Foto: blog O Argonauta
Leitura:

Atualizada às 20h07

Uma professora foi morta após ser feita refém, na fuga de um assalto na manhã desta quarta-feira (2) a uma agência dos Correios, na cidade de Bom Conselho, no Agreste do Estado. Dois homens chegaram e uma moto e anunciaram a investida. Quando recolhiam o dinheiro dos caixas, a Polícia Militar foi acionada. Na fuga, houve troca de tiros. Um dos assaltantes fugiu a pé e outro roubou o carro da professora quando ela chegava para buscar a filha no Educandário Menino Jesus de Praga. Uma outra criança, um menino de um ano, que chegava com a mãe à escola, também foi feita refém. O assaltante fugiu com os dois no carro. A professora, Alexandra Machado Ferreira, de 33 anos, foi encontrada morta, dentro do veículo, na localidade Sítio Pires, na área rural de Bom Conselho. A criança também estava no veículo, sem ferimentos.

O assalto ocorreu na hora de saída das crianças da escola. Houve a suspeita de que um dos assaltantes podia ter se escondido na unidade. O prédio foi evacuado às pressas. A polícia também fez buscas em casas próximas à agência assaltada para tentar localizar os bandidos.

Após abandonar o carro e ter matado a vítima, o assaltante ainda roubou a moto de um agricultor. O veículo foi deixado um quilômetro depois. Policiais da Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área da Caatinga (Ciosac) e do Grupo de Apoio Tático Intinerante (Gati) fizeram buscas na mata da área rural, para onde o assaltante que fugiu com a professora a e criança foram levados, mas ele também não foi localizado. Agentes da Polícia Federal também foram à cidade. Próximo aos Correios, foi encontrada uma moto roubada com placa de Palmeira dos Índios, em Alagoas, que pode ter sido usada pela dupla no assalto.

Durante a troca de tiros, um dos assaltantes foi baleado. “Encontramos vestígios de sangue em um arame farpado”, disse o major Alexandre Wanderley Carvalho, do 9° BPM. As buscas foram encerradas no começo da noite de ontem. No entanto, policiais do Ciosac e Gati passaram a noite cercando as principais saídas, para evitar a fuga do suspeito. Pelo menos dois carros que estavam estacionados na Rua Tenente Raul de Holanda, onde fica a agência, foram atingidos pelas balas. Um homem foi detido, mas ele não tinha envolvimento no caso. Segundo a polícia, ele estava praticando atos obscenos durante a ação policial.

O caso gerou comoção na cidade. “Os moradores ficaram tensos, comovidos e aflitos. O comércio fechou mais cedo e a cidade ficou um deserto após o assalto”, disse um dos moradores da cidade, Emmanuel Leonel Costa. As aulas no Educandário Menino Jesus de Praga estão suspensas até segunda-feira (7).

Últimas notícias