Agreste

Racionamento de água em Caruaru é reduzido em cinco dias

Alteração é possível graças às chuvas que vêm caindo nas imediações do município de Bonito, onde fica a Barragem do Prata

JC Online
JC Online
Publicado em 26/06/2017 às 20:55
Foto: Divulgação/ Compesa
Alteração é possível graças às chuvas que vêm caindo nas imediações do município de Bonito, onde fica a Barragem do Prata - FOTO: Foto: Divulgação/ Compesa
Leitura:

A cidade de Caruaru, no Agreste pernambucano, terá o seu abastecimento de água ampliado a partir desta terça-feira (27), quando entrará em vigor o rodízio de cinco dias com água e 15 dias sem, reduzindo em cinco dias o intervalo. A alteração é possível graças às chuvas que vêm caindo nas imediações do município de Bonito, onde fica a Barragem do Prata, atualmente com 79,4% da sua capacidade total de armazenamento, que é de 42 milhões de metros cúbicos de água.

"Sabemos das dificuldades que a seca prolongada trouxe para todo o Agreste e o Governo tem feito o possível para reduzir esse impacto. Essa é mais uma medida nessa direção", afirmou o governador Paulo Câmara após reunião com o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), nesta segunda-feira (26).

De acordo com a Compesa, o volume acumulado na barragem "já garante segurança hídrica para prorrogar o uso da água do Prata até o próximo verão". Desde o colapso da Barragem de Jucazinho, localizada em Surubim, em setembro 2016, até fevereiro de 2017, o calendário de abastecimento de Caruaru era de quatro dias com água e 12 sem. Em março, as datas de abastecimento foram novamente modificadas, ficando a cidade cinco dias com água e 20 dias sem.

INVESTIMENTO

Para tentar reduzir ainda mais o racionamento da cidade, o governo do Estado autorizou o investimento de R$ 2,6 milhões para instalação de conjuntos de motobombas mais potentes. Depois de concluído, o serviço "vai possibilitar o aumento da capacidade transporte de água do sistema de 740 litros por segundo para 950 l/s", diz a Compesa.

"Apesar de toda a crise financeira existente no País, continuarei a dar prioridade aos investimentos em recursos hídricos em nosso Governo. Além de acelerar a Adutora do Agreste, no próximo mês, lançaremos mais uma obra importante para a região: a Adutora de Serro Azul", cravou Paulo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias