ALERTA

Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco lança informe sobre febre amarela

A nota técnica conta com informações sobre sintomas, transmissão, vacinação e situação epidemiológica no País

Editoria de Cidades
Editoria de Cidades
Publicado em 31/01/2017 às 14:34
Foto: Agência Brasil
A nota técnica conta com informações sobre sintomas, transmissão, vacinação e situação epidemiológica no País - FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES) lançou nesta terça-feira (31), um informe sobre febre amarela para a população e profissionais da área da saúde. A nota técnica elaborada pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Pernambuco (Cievs-PE) pode ser conferida no site do órgão. 

No documento constam informações sobre a doença, que não tem registro de casos em Pernambuco, mas é endêmica na maior parte do Brasil. A população pode esclarecer dúvidas sobre sintomas, transmissão, vacinação e receber orientações sobre como notificar um possível caso de febre amarela.  

De 01 de dezembro de 2016 a 26 de janeiro de 2017, 550 notificações da doença foram registradas em todo o Brasil, a maioria em Minas Gerais. Naquele Estado, 51 municípios tiveram notificações de 502 casos da doença. Até o dia 26, 68 deles já haviam sido confirmados, 19 foram descartados e 415 continuam em investigação. Os índices incluem casos notificados nos estados da Bahia, Espírito Santo, São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal, com local provável de infecção em Minas Gerais. Até o último dia do levantamento, 37 óbitos já haviam sido confirmados em terras mineiras. 

VACINA

A imunização contra a Febre Amarela, em situação de rotina, está recomendada para todos os indivíduos residentes ou em trânsito pelos municípios das Áreas Com Recomendação de Vacina (ARCV) (confira a lista completa clicando aqui) Não há recomendação de vacina para FA nos residentes dos Estados de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe que não se deslocarão para as áreas definidas como de risco.

Confira a nota clicando no link

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias