Luta contra a Aids

Pernambuco registra queda no número de crianças com Aids

Enquanto em 2013 eram 22 casos, em 2014 o número caiu para 16 e depois para sete em 2015

Vinícius Barros
Vinícius Barros
Publicado em 10/04/2017 às 10:51
Foto: Tânia Rego/ABr
Enquanto em 2013 eram 22 casos, em 2014 o número caiu para 16 e depois para sete em 2015 - Foto: Tânia Rego/ABr
Leitura:

Entre os anos de 2013 e 2016, Pernambuco registrou queda no número de crianças menores de cinco anos infectadas com o vírus da Aids. Enquanto em 2013 eram 22 casos, em 2014 o número caiu para 16 e depois para sete em 2015. Os dados são de um levantamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

As estratégias de prevenção da transmissão vertical (quando a criança contrai a doença no parto, durnate a amamentação ou ainda na gestação) vem sendo responsáveis pela diminuição dos registros segundo o Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids/Hepatites Virais) vem sendo responsáveis pela diminuição dos registros.

"Acreditamos que a descentralização da testagem rápida e a aplicação dos métodos preventivos durante o pré-natal, o parto e o pós-parto têm contribuído para que tenha ocorrido essa redução de casos em Pernambuco", relatou o coordenador do Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), François Figueiroa.

No perído da gestação, grávidas e parceiros devem ser alertados sobre medidas preventivas, bem como
serem submetidos a testes de IST. O Ministério da Saúde adverte ainda que para detectar o HIV sejam feitos testes logo na primeira consulta do pré-natal e no começo do primeiro trimestre.

Histórico

De 1987 a 2015, 442 casos de menores de cinco anos com Aids foram diagnosticados. Entre os números que englobam todos os infectados pelo vírus HIV, 23.399 pessoas foram acometidas pela doença, entre 1983 e 2015, com 65% dos resgistros sendo em homens e 35% em mulheres.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias