Evento

Grupo encena espetáculo inspirado na vida do francês Antoine de Saint-Exupéry

Cia. Mútua (SC) foi uma das primeiras atrações do Festival Palco Giratório, que começou com apresentação da Cia. de Dança do Sesc Petrolina

Eugênia Bezerra
Eugênia Bezerra
Publicado em 07/05/2012 às 8:22
Leitura:

Antes de escrever o famoso livro O pequeno príncipe, o francês Antoine de Saint-Exupéry foi piloto da Companhia de Correio Aéreo Aéropostale. Foi nesta fase da vida do escritor que a Cia. Mútua (SC) buscou inspiração para o espetáculo de teatro de bonecos Um príncipe chamado Exupéry, encenado no Teatro Hermilo Borba Filho no sábado (5/5), como atração do Festival Palco Giratório. O trabalho recebeu muitos aplausos da plateia.

Assim que entravam no teatro, as pessoas eram recebidas pelo ator Guilherme Peixoto. Ele é o responsável por abrir a porta do cenário, que lembra um antigo hangar, e conduzir as pessoas para os seus lugares –- uma atenção válida para que todos consigam ver.

A peça acompanha viagens dos pilotos Exupéry, Jean Mermoz e Henri Guillaumet pelo mundo. Sem nenhum diálogo, a Cia. Mútua conquistou a atenção das pessoas durante os cerca de 50 minutos de apresentação, com momentos de emoção e humor.

Os catarinenses foram uma das primeiras atrações do Festival Palco Giratório, que continua até o dia 26 de maio, mas o evento de abertura contou com uma atração pernambucana. A Cia. de Dança mostrou o espetáculo Eu vim da ilha na sexta-feira (4/5), em um também lotado Teatro Barreto Júnior. A cerimônia de abertura também contou com um vídeo sobre a edição passada do festival (que é realizado nacionalmente pelo Sesc) e uma fala do coordenador de Cultura do Sesc Pernambuco, José Manoel Sobrinho.

Eu vim da ilha é um espetáculo de dança contemporânea fruto de uma pesquisa feita na Ilha do Massangano, que fica no Rio São Francisco, entre Petrolina e Juazeiro. O cenário lembra um terreiro pronto para a festa, com piso cor de areia e cordões de luzes. O clima animado do espetáculo logo cativou as pessoas. Usando música ao vivo pela primeira vez, o grupo contou com participações de músicos como Zé Manoel (ao piano), que também receberam muitos aplausos.

A matéria completa está no Caderno C desta segunda-feira (7/5), no Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias