ABRIL

Ingressos para o musical Rita Lee mora ao lado estão à venda

A atriz Mel Lisboa interpreta a artista no espetáculo, que terá três sessões no Teatro RioMar

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 25/02/2015 às 12:30
Foto: Priscila Prade/Divulgação
A atriz Mel Lisboa interpreta a artista no espetáculo, que terá três sessões no Teatro RioMar - FOTO: Foto: Priscila Prade/Divulgação
Leitura:

A turnê do musical Rita Lee mora ao lado passa pelo Recife em abril, com três apresentações no Teatro RioMar: duas no dia 25, às 18h e às 21h, e uma no dia 26, às 20h. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro e pelo site Ingresso Rápido. Os bilhetes para a plateia custam R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia). Para o balcão, os valores são R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia).

Além de estudantes, professores e maiores de 60 anos, também pagam meia-entrada assinantes do Jornal do Commercio e clientes da Porto Seguro. Sócios do Náutico e pessoas que possuem o Cartão Amigo Avianca ganham, respectivamente, 20% e 30% do desconto no valor da inteira.

 

A atriz Mel Lisboa interpreta Rita Lee no espetáculo, criado com texto de Paulo Rogério Lopes, Márcio Macena e Débora Dubois. O musical é uma adaptação do livro Rita Lee mora ao lado - Uma biografia alucinada da rainha do rock, de Henrique Bartsch, e mistura realidade e ficção. 

O eixo pelo qual são interpretados momentos da vida de Rita Lee é a história de Bárbara Farniente, que nasceu no mesmo dia e hora que a artista. A mãe de Bárbara era apaixonada pelo pai de Rita. No texto de apresentação do musical, Márcio Macena fala sobre a opção criativa dos artistas: "A gente não trabalha com uma cronologia exata o tempo inteiro no espetáculo. Procuramos exemplificar situações da vida da Rita com canções que, mesmo tendo surgindo muito tempo depois, conversavam com a personalidade e comportamento que ela já demonstrava desde muito jovem".

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias