MARATONA

SPA ocupa parque e polêmica cai na rede

Dos dois projetos planejados para o Dona Lindu, só o primeiro começou no horário. Na internet, confusão em torno do nome SPAM das Artes cancelou uma exposição

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 13/09/2011 às 8:03
Leitura:

Um jardim pré-fabricado. Foi como o paranaense Geraldo Zamproni definiu a intervenção Sustentabilidade 4, enquanto a realizava em um dos canteiros do Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, durante a tarde de ontem. O trabalho, que interferia na grama do jardim com materiais como zíper, telas metálicas e plásticas, abriu o segundo dia de atividades da Semana de Artes Visuais do Recife (SPA das Artes). O impacto causado pela obra, porém, poderia ser maior, caso tivesse mais visibilidade no local.

A exibição do vídeo Dízimo, da artista mineira Sara Lambranho, que completava a programação de ontem na Galeria Janete Costa (no Parque Dona Lindu) acabou não acontecendo no horário previsto, por conta de atrasos na produção, mas o vídeo será exibido até sexta.

Enquanto a programação do SPA das Artes seguia nos espaços públicos do Recife, nas redes sociais uma discussão movimentou virtualmente o evento. O artista plástico Fernando Peres, responsável pela Galeria Maumau, acusou de plágio, pelo Facebook, a realização do SPAM das Artes (evento paralelo ao SPA) também na Galeria Mariana Moura.

Leia a matéria completa no Caderno C desta terça-feira (13).

Últimas notícias