MEMÓRIA

Exposição traz duas visões de memória afetiva

A mostra Jardim de inverno, dos artistas Rodrigo Silva e Thâmara Almeida, é aberta nesta quinta (14) na Sala Recife, a partir das 19h

Renato Contente
Renato Contente
Publicado em 14/06/2012 às 6:04
Leitura:

Em março passado, na mostra Detalhe imenso, o traço de nanquim e grafite de Mattia Denisse convidou os visitantes da Sala Recife a ligar os pontos entre o real e o imaginário. Para dialogar com os desenhos oníricos do francês, a dupla Rodrigo Silva e Thâmara Almeida, estudantes de Artes Visuais da UFPE, abre nesta quinta (14) a exposição Jardim de inverno, a partir das 19h, na mesma galeria.

O trabalho dos jovens artistas, ambos de 21 anos, é o segundo selecionado pelo projeto Extensão Virtual, parceria entre a Sala Recife e o curso de Licenciatura em Artes Visuais da UFPE. Composto por duas partes, o “jardim” ao qual o título da mostra se refere é um recorte da memória afetiva de cada autor, aqui representada por pessoas e lugares marcantes que, no decorrer da vida, ganham em nós a forma de tatuagens invisíveis.

Leia a matéria completa no Caderno C desta quinta (14)

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias